Diana – a lenda da princesa de Gales – Lady Di

3090
Princesa Diana - Lady Di
Princesa Diana - Lady Di

Todas suspiramos ao assistir ao seu casamento, lemos a história das suas acções como princesa na alta roda e nas missões de solidariedade, tivemos sentimentos dúbios em relação ao seu divórcio e ficamos chocadas com a sua morte. Certamente poucas são as pessoas em todo o mundo que alguma vez tenham ficado indiferentes a algum dos aspectos da vida de Lady Di.

Lady Di – A Princesa Diana

A protagonista de uma história de conto de fadas dos nossos dias, Lady Diana Frances Spencer nasceu a 1 de Julho de 1961 em Park House, Norfolk. Era a filha mais nova dos Viscondes Althorp. Os pais, casados em 1954, separaram-se em 1969. O seu pai voltou a casar com a condessa de Dartmouth, no ano de 1976.

Juntamente com as suas duas irmãs mais velhas, Sarah e Jane e o irmão mais novo, Charles, Diana continuou a viver com o pai, em Park House, até à morte do avô. Em 1975, a família mudou-se para uma casa em Althorp, construída em 1508.

Diana foi educada na escola preparatória de Ridlesworth, e em 1974 foi estudar para Kent. Sempre mostrou um talento particular para a música, como pianista e para a dança e chegou a ganhar um prémio escolar pelo auxílio prestado na escola e aos colegas. Os estudos finais, fê-los na Suíça, em 1978. No ano seguinte, passou a viver num apartamento em Londres, e durante algum tempo, tomou conta do filho de um casal americano e trabalhou num infantário.

Um fim-de-semana na casa do pai de Diana, uma vez que as famílias eram vizinhas, e o príncipe apaixonou-se por Diana. A 24 de Fevereiro de 1981 foi feito o anuncio oficial do casamento, que teve lugar a 29 de Julho de 1981.

Após o casamento, Diana acompanhou o marido em inúmeras cerimónias oficiais, a primeira das quais a visita de três dias a Galesm em Outubro de 1981. A última visita que efectuaram juntos, foi em 1992 à Coreia do Sul. Durante o casamento, Diana participou em mais de cem cerimónias de caridade e solidariedade. Mesmo depois do divórcio, continuou a estar presente em cerimónias com a família real.

A sua última aparição em público, na Inglaterra, decorreu aquando da sua visita ao Hospital de Northwick, na secção de emergência para crianças. No estrangeiro, a sua última visita foi à Bósnia, em Agosto. No ano anterior à sua morte, Diana esteve empenhada na campanha de proibição da manufactura de minas pessoais e do seu uso.

A trágica morte de Lady Di ocorreu num Domingo, a 31 de Agosto de 1997, devido a um acidente de carro em Paris. O veículo ficou desfeito contra um pilar no túnel. Diana foi levada para o hospital La Pitie, onde esteve duas horas em cirurgia de emergência antes de ser declarada a sua morte. Dodi Fayed, que a acompanhava, assim como o motorista também morreram. O guarda-costas ficou seriamente ferido.

O corpo de LAdy Di foi repatriado para Inglaterra, onde teve lugar a cerimónia das exéquias na presença da família, na capela real do Palácio de St. James. O funeral teve lugar no Sábado, 6 de Setembro na Abadia de Westminster. Após as cerimónias, onde Elton John cantou “Candle in the Wind”, o caixão foi levado para propriedade da família de Diana e foi enterrado em terreno santificado numa ilha, para repousar em paz.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]