Zai Jian Macau (Adeus Macau)

1697
Patricia Esteves Nunes - nova
Patricia Esteves Nunes - nova

…em Portugal já não há tachos vagos, mas pelo menos aqui não estamos à mercê das tríades e da pena de morte. Há alguns dias que estamos especialmente voltados para o oriente, mais especificamente para Macau. Talvez por ser esta a última oportunidade que temos de olhar para lá e poder ver algo que é nosso, que nos diz qualquer coisa e que ainda tem algumas marcas que conhecemos. Ou talvez simplesmente por ser a última oportunidade de pedir aos amigos que lá estão para comprarem aquelas chinesices tipo engenhocas electrónicas, brinquedos, imitações de Rolex e Cartier, móveis orientais alegadamente antigos e pássaros e dragões de bijuteria.

É que conforme entram as tropas chinesas, saem esses portugueses que estiveram até ao último minuto a ocupar grandes tachos. Acabou-se o que era doce, agora quem manda é Jiang Zemin e não consta que esteja especialmente preocupado com o bem estar do seu povo. Do mal o menos, em Portugal já não há tachos vagos, mas pelo menos aqui não estamos à mercê das tríades e da pena de morte.

Depois há ainda aqueles portugueses que vão deixar (ou já deixaram) Macau com pena e com saudade. Pessoas que dedicaram vários anos da sua vida e do seu trabalho àquele pequeno território onde, apesar de tudo, nunca deixaram de se sentir portugueses. Muitos vieram embora mais cedo, só para não testemunhar a transferência e a lenta eliminação de todas as marcas portuguesas. Outros ficam até ao último minuto, talvez para se demorarem na despedida e aproveitarem o Macau português mesmo até ao fim.

Entretanto a esta hora estamos todos embasbacados a olhar para a televisão e a assistir à cerimónia de transferência como quem assiste ao Natal dos Hospitais. Infelizmente há quem precise de ser recordado de que não estamos a celebrar nada, nem tão pouco a transmitir um espectáculo de entretenimento. A cerimónia que está a dar na TV significa que estamos a perder um bocadinho de Portugal, ainda que pequeno e tão longe daqui.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]