Um homem quente e desaustinado ou um equilibrado que sabe o que quer?

1622

Ter uma relação meio chove e não molha? Ou ter uma relação instável, louca de paixão, repleta de altos e baixos? Ter ou não ser… eis a questão – Um homem quente e desaustinado ou um equilibrado que sabe o que quer? Shakespeare que me perdoe a analogia.

Já tiveram uma relação daquelas, em que estão em estado de alerta 24h por dia, sempre com a pulga atrás da orelha, e em que têm momentos de estar pelos cabelos? Pois é… faz-nos sair do sério, batemos com as portas, fervemos em pouca água, nunca sabemos se vai acordar do lado errado da cama ou não…

Um homem quente e desaustinado ou um equilibrado que sabe o que quer?

Mas que por outro lado, quando ele é carinhoso e doce, então estão na fase alta, é muita paixão, desejo, companheirismo, ele é um autentico Principe Encantado, right? São momentos de uma felicidade deliciosa, despretensiosa e transbordante. É um espectáculo!

Por outro lado existem aquelas relações que são mornas, doces e lineares. Nada de grandes emoções sem grandes discussões (até rimou!).

Existe harmonia, companheirismo, cumplicidade… sabemos que é alguém em quem podemos confiar e cujo o sentimento é verdadeiro, que está lá quando é preciso. O mesmo não podemos (sempre) dizer da relação anterior.

Não quer dizer que o sentimento seja diferente (ou talvez seja, mas não em todos os casos), apenas os intervenientes têm personalidades e diferentes formas de amar.

Ambas as relações têm vantagens e desvantagens.

Agora o que é que é bom para nós? Acho que depende de cada uma de nós… há que escolher bem é o que digo.It’s got to be perfect, it’s got to be worth it, yeah, too many people take second best, well, I won’t take anything less, it’s got to be perfect, já os Fairground Attraction cantaram e muito bem!

O único problema nas duas relações e que pode ser grave… é quando um dos parceiros gosta claramente mais do outro, tem uma grande admiração, orgulho em estar ao seu lado e entra um pouco pelo lado da veneração.

Não tenho nada contra, nem acho mal, quando o feeling é reciproco. Contudo isto pode ser mau, porque não se sabe como o outro reage a esta devoção apaixonada e até se joga com isso ou não.

Merecemos relações de 100 %, não de uns 80 %, nem que cabulemos, o resultado deve ser o primeiro. Nada é perfeito, mas é bom escolher o melhor para nós.

O que é verdade é que quase todos os homens, num tipo de relação ou noutra, deixam “morrer” um pouco o encanto, porque a maneira como nos seduziram vai mudando, ou seja a paixão, a premência de estar connosco, aquelas coisas loucas e inesperadas, românticas deixam de acontecer ou perdem a frequência inicial (muitas vezes até o sexo!).

O homem é capaz de mover para conquistar uma mulher, no entanto estas montanhas vão passando a serras, a colinas e às vezes até a vales (valham-nos!!) Hehehe.

Os Ingleses têm uma expressão idiomática que ilustra isto tão bem “To take something for granted”, que significa tomar algo como certo, já é nosso ou está nas nossas mãos, por isso não há que lutar e muitas vezes esquece-se o valor que alguém tem. E é nisto que muitas relações caiem.

No entanto e curiosamente os homens também se apercebem disso e as mulheres também não estão inocentes, muitas das vezes. Até porque a nossa sociedade é muito exigente: temos de trabalhar muito, temos muitas responsabilidades e inerente a isto cansaço e stress, que não ajudam nada a avivar ou condimentar as nossas relações.

O que é uma verdade, é que, regra geral, a paixão vai diminuindo ou talvez a necessidade de a mostrar ao outro, o que é uma pena!

Que pena que o entusiasmo inicial, não seja o final. Epá esperem lá… estou a ser um pouco injusta, se a relação durar uns dias, talvez a condição se verifique. Sobretudo se o entusiasmo se dever à outra relação (à próxima), em que se começou já a investir, right?

A paixão do homem é efémera. É um ser mais imediato, mais físico e talvez por isso não mantenha o charme inicial. Cai um pouco na monotonia e comodismo.

Bom, mas nem todos são assim, há aqueles e aquelas que lutam para que o fogo que (dentro deles) arde sem se ver, não se extinga. E toda a gente sabe como é bom estar apaixonado (daquelas paixões de cair de quatro) quando o sentimento é reciproco, por isso viva o amor e as pessoas que o consideram a sua prioridade!!!

Tenham um dia feliz!!!!

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]