Zoo de Lisboa, as campanhas multiplicam-se para ajudar os animais

1343
Zoo de Lisboa

Será o talento na ponta dos pés mais valioso que a preservação de uma espécie? Já se fazem campanhas na rádio e na televisão, tudo para salvar o Zoo de Lisboa.

Circulam petições por escrito. Disseminam-se petições por e-mail. Fazem-se manifestações à mínima oportunidade. Há uma mobilização que já atingiu carácter nacional.

Zoo de Lisboa

Só falta mesmo os animais porem-se de joelhos, ganharem o dom da fala e implorarem por favor, lembrem-se que nós também temos direitos!

Escusado será repetir os argumentos usados até agora. Serão os jogadores da primeira liga animais mais raros que as espécies ameaçadas que sobrevivem graças ao Zoo de Lisboa? Será o talento na ponta dos pés mais valioso que a preservação de uma espécie?

Vamos propor uma nova campanha: Amigos desportistas, contribuam para salvar o Zoo! Este mês ofereçam 10% do vosso ordenado. Os animais agradecem.

Pode ser que eu me engane, mas se isto realmente acontecesse o problema estaria praticamente resolvido. Talvez bastasse mais uma campanha apenas… qualquer coisa do género:

Senhores deputados, contribuam para salvar o Zoo! Este mês abdiquem de metade das vossas regalias. Os animais agradecem.

Se calhar, não só veríamos o futuro do Zoo de Lisboa mais do que garantido, como também assistiríamos à construção de outro, igual ou ainda melhor.

Mas já que o apelo à sensibilidade para com os direitos dos animais não parece surtir qualquer efeito, encaremos a questão por outro prisma. O Chiado foi renovado depois do incêndio. A zona ribeirinha dos Olivais foi reabilitada pela Expo.

A Torre de Belém foi limpa até parecer novinha em folha. As Docas foram transformadas e tornaram-se um ex-libris da noite lisboeta. Será que o Jardim Zoológico não merece tratamento semelhante?

O Zoo é um símbolo da cidade de Lisboa, uma marca indelével no imaginário de várias gerações. Está ali há praticamente um século, fazendo as delícias de visitantes de todas as idades. Se não for por mais nada, que seja apenas por isso…

Preservem o Zoo enquanto monumento. Os animais não se importam se não forem eles a prioridade. E pelo menos o governo livra-se da vergonha de ver o Zoo ser fechado por não cumprir o mínimo de condições impostas pela União Europeia.

Vamos tentar não ser menos que os outros… O Zoo já ultrapassou situações mais difíceis, não vamos impedir que ultrapasse mais esta.

Cronista da Mulher Portuguesa: Patricia Esteves Nunes

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]