Esta família é um Zoo, o quarto volume da coleção Sopa de Pedra

835
Esta Família é um Zoo
Esta Família é um Zoo

Aí está o tão esperado presente de Natal, mais um volume da Colecção Sopa de Pedra – Esta família é um Zoo – acaba de ser lançado pela Bizâncio numa criação da autora Jan Eliot.

Esta família é um Zoo

Sopa de Pedra é uma tira lida todos os dias por mais de 8 milhões de pessoas, hilariante e muito bem disposta que vai de certeza roubar-lhe muitos sorrisos. Em Esta família é um Zoo, irá encontrar momentos inesquecíveis de bom humor e descontração, que poderá partilhar com toda a família e amigos.

Os Stones são uma família alargada e misturada, que vive num caos controlado no qual apenas os mais ágeis sobrevivem. junte-se a Val e joan – irmãs, e mães sozinhas – e aos seus três filhos, à sua mãe que também vive lá em casa, ao vizinho Wally. e ao sobrinho adolescente deste.Andy, ao polícia motorizado zen, e a muitos outros, enquanto todos eles tentam navegar pela vida fora.

Encontrará neste número episódios inesquecíveis:

O casamento de Joan e Wally. Ao fim de anos de namoro por-cima-da-cerca e múltiplas desilusões, o grande dia chega finalmente.

Andy vem de visita, e fica. Andy. o sobrinho de Wally, vem passar o Verão, mas acaba por se tornar residente permanente na vida do tio.

Biscoito apaixona-se por um coelhinho de uma pantufa. Será preciso dizer mais?

Jan Eliot

Nasceu em San Jose, na Califórnia, mudou-se juntamente com os pais, (eles eram os únicos que podiam conduzir) durante um tempo, para Detroit, Michigan, e passou o resto da infância em St. Charles, Illinois.

Estudou Arte na Southern Illinois University e licenciou-se em Estudos sobre a Mulher e Inglês já em Oregon. Entretanto, casou e teve duas filhas. Depois da licenciatura, embarcou numa série de empregos que a levaram desde as bibliotecas itinerantes à venda de automóveis.

Um emprego no departamento de produção de um jornal, levou-a à careira de designer gráfico… e de novo às Artes. Trabalhou, durante sete anos, numa agência de publicidade, ilustrou manuais de computadores e compêndios, colaborou com algumas revistas e persuadiu o jornal local a publicar o cartoon Sister City (uma versão anterior a Sopa de Pedra).

Ao criar duas filhas com menos dinheiro do que o suficiente, menos tempo do que o suficiente e menos paciência do que a suficiente, a Banda Desenhada era o escape perfeito para as frustrações do dia-a-dia e para a salvaguarda da sua sanidade mental.

A designação Sopa de Pedra, proveniente de um antigo Conto Tradicional, amplamente conhecido entre nós, demonstra a forma como é possível transformar os escassos recursos disponíveis numa forma de festejar e celebrar – criando alguma coisa a partir do nada. É isso que os pais, principalmente os pais solteiros, muitas vezes, têm de fazer.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]