Nana de Emile Zola

931
Nana
Nana

Nana de Emile Zola da Publicações Europa América

Nana

 

Nana é uma das obras mais conhecidas do célebre romancista francês Emílio Zola.

A personagem central, que dá nome ao romance, chama-se precisamente Nana.

Filha de pai alcoólico e de uma lavadeira, Nana, medíocre artista de teatro, mas com um corpo de Vénus e uma sexualidade desequilibrada e vulcânica, torna-se o tipo perfeito de prostituta de luxo, da cortesã da sociedade francesa dos tempos do Segundo Império.

Personalidade contraditória, atinge a riqueza à custa do comércio carnal, sobretudo na alta-roda da aristocracia e da finança, e reina, no seu palacete da Avenida Villiers, entre móveis de laca branca e no meio de um perfume perturbante…

Zola supera, no entanto, o âmbito da história individual, para nos apresentar, num quadro profundamente realista, a corrupção dourada das classes francesas mais elevadas da época de Napoleão III.

Várias vezes adaptada a cinema e televisão, Nana é, sem dúvida, uma das obras mais realistas publicadas nesta colecção.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]