Crepúsculo fatal de Nelson Demille

899
Crepúsculo fatal de Nelson Demille
Crepúsculo fatal de Nelson Demille

Crepúsculo Fatal de Nelson Demille da Editorial Presença

Crepúsculo fatal

São cerca das 8.16h da noite de 17 de Julho de 1996. O Voo 800 da Trans World Airlines descola do Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova Iorque, com destino a Paris.

A poucos quilómetros de distância, entre as dunas desertas de uma praia de Long Island, um casal de amantes passa uma noite apaixonada apenas testemunhada pela câmara de vídeo que levou consigo para registar o seu amor ilícito.

Subitamente, uma aparatosa explosão incendeia o céu crepuscular e impõe um fim abrupto ao romantismo do momento. O Boeing 747 da TWA, com destino a Paris, despenha-se, incandescente, nas águas profundas do Atlântico, matando as 230 pessoas que seguiam a bordo.

A câmara de vídeo capta cada instante da tragédia. Cinco anos depois, John Corey, que trabalha para a Unidade Operacional de Combate ao Terrorismo (ATTF), acompanha a sua mulher, Kate Mayfield, agente do FBI e sua colega na ATTF, a uma cerimónia em memória das vítimas do Voo 800.

Kate havia estado envolvida na investigação do caso, mas nunca se dera por satisfeita com a conclusão oficial do governo, que atribuía o acidente a uma avaria mecânica. Contra muitas adversidades e avisos, Kate e Corey tentam reabrir o caso e descobrir o que realmente aconteceu. Teriam aquelas 230 pessoas sido vítimas de um acidente ou de um acto terrorista?

A sua investigação privada aproxima-se perigosamente da verdade e acabará por originar um desastre muito mais devastador que o do Voo 800 – a maior tragédia da história recente, algo que viria a ter consequências determinantes para os EUA e para o mundo.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]