Verdi que te quero Verdi em A dama das Camélias

822

Verdi que te quero Verdi, esta é a história de Violeta Valéry. A sua vida em Paris era cheia de bailes e festas, e como ela gostava muito de camélias, as pessoas começaram a chamar-lhe ‘A Dama das Camélias’.

Verdi que te quero Verdi

Nunca se tinha apaixonado por ninguém e adorava divertir-se com as coisas belas da vida. Contudo, muitas pessoas lamentavam o facto de ela não saber amar. Mas Violeta não ligava ao que as pessoas pensavam e diziam. Queria uma vida cheia de alegria, de canções e gargalhadas felizes.

Era assim a vida que ela amava. Ou talvez, como diriam os mais românticos, ela nunca tivesse encontrado quem lhe fizesse bater o coração apressado. Pelo menos até então. Ora tudo mudou na noite em que ela decidiu dar uma grande festa em sua casa.

Encenação de Teresa Gafeira
Com João Farraia, João Maionde, Pedro Walter, Sofia Correia
Cenário Steven Evans
Luz José Carlos Nascimento
Figurinos Teresa Capitão
Marionetas Teresa Varela
Montagem Marco Jardim, António Antunes, João Martins, Guilherme Frazão
Operação luz e som Paulo Horta
Movimento Jean Paul Bucchieri
Produção Paulo Mendes
Sala de ensaios, M/4
5 a 20 de Março
Espectáculos especiais para as Escolas, nos dias: 11, 15, 16, 17 e 18 de Março às 10h30 e às 14h00

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]