UrbanLab – Bienal da Maia

1003
Os olhos de Gulay Cabbar
Os olhos de Gulay Cabbar

A UrbanLab – Bienal da Maia é uma mostra de arte que aglomera inúmeros trabalhos de distintas áreas de arte. Até ao dia 15 de Julho este é um momento a não perder.

A UrbanLab

Comissariado por Paulo Mendes, esta mostra de arte reúne em si toda a riqueza implícita às diversas formas e vertentes artísticas. A inauguração está marcada para hoje, pelas 22 horas, e conta com a presença das performances de Mariola Brillowska e João Pedro Vale.

A Bienal da Maia decorre na antiga fábrica FINMAI, na zona industrial da Maia I, sector 10, Gemunde, onde se insere uma exposição, projectos de arte pública, espectáculos, concertos e conferências. Na realidade são muitos os nomes presentes nesta Bienal levando até ao local importantes referências em áreas artísticas diferentes.

De salientar a presença de Inês Pais, Paulo Seabra, e José Maçãs de Carvalho, evidenciando projectos de arte pública, ou ainda exposição de artes visuais onde são muitas as referências nacionais e estrangeiras aqui presentes: Francis Alys, Gabriel Orozco, Vic Muniz, entre tantos outros.

Ao todo são 20 os nomes dos participantes nesta exposição de artes visuais. Mostra, assim como é de destacar também na área do teatro o projecto de Paulo Castro, o espectáculo de dança de João Galante, ou ainda a ópera dirigida por José Eduardo Rocha. 4 Filmes do francês Christian Boltanski, de Jean Genet, Jack Smith, entre outros, inseridos todos eles no âmbito do cinema experimental e de programação, conduzido por Ricardo Matos Cabo, são outras das áreas a explorar em Maia.

Até 15 de Julho, vá ao encontro da riqueza da arte nesta UrbanLab – Bienal da Maia.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]