Teatro Infantil de Lisboa: 24 anos em prol da Cultura

1521
Teatro infantil de Lisboa
Teatro infantil de Lisboa

O Teatro Infantil de Lisboa tem em cena , no Maria Matos Teatro Municipal, o espectáculo “Os Três Mosqueteiros”, até ao mês de Abril do ano de 2000.

Teatro Infantil de Lisboa

O Teatro Infantil de Lisboa surgiu na década áurea de 70, no seio de correntes literárias e de gritos revolucionários que possibilitavam o seu nascimento. O Liceu Camões testemunhou o seu brotar tímido no decorrer do ano de 1976, pela voz do espectáculo para crianças: “O Rapto das Cebolinhas”… Hoje, assinala a sua existência emblemática pela via da produção infantil e musical através de: “Os Três Mosqueteiros”.

A companhia de Teatro Infantil amadureceu ao longo dos anos, empenhada e determinada em realizar um trabalho linear e contínuo, de forma a servir os interesses lúdicos e culturais da população. Educadores, pais e filhos tiveram a oportunidade de assistir a inúmeras produções, espectáculos e realizações. Do vasto currículum do Teatro Infantil de Lisboa, denominado sucintamente pela sigla TIL, assinalam-se mais de 3 000 espectáculos e perto de 200 representações.

Longínquos estão os tempos em que a companhia de Teatro de Lisboa se fixava e desenvolvia, na zona do Calvário, apresentando as peças, como “Frei João Sem Cuidados” ou “Vivam os Palhaços”. Aproximadamente, quatro anos depois do seu nascimento, o TIL começou a mostrar o seu trabalho em programas semanais, aos microfones da rádio, tendo a possibilidade de trabalhar com Júlio Isidro em “Triciclo da Pequenada”.

A área infantil e juvenil, e mais tarde a influência da componente musical, constítuiram desde sempre as preferências desta companhia de teatro, mas conseguir explorá-las na sua perfeição, nem sempre foi tarefa fácil. A remodelação, em muitos casos exigida, ao nível das instalações ou espaço, nem sempre foi financiada pelo Ministério da Cultura.

O TIL representa um Serviço Público, tal como o restante teatro convencional que estamos habituados a assistir, mas esta ideia parece não estar devidamente esclarecida, pelo menos no que diz respeito à diferença verdadeiramente abismática, entre os montantes atribuidos ao Teatro para Adultos e ao Teatro Infantil-Juvenil.

Se compararmos os contributos do Ministério da Cultura no ano anterior, deparamo-nos com a seguinte situação: o Teatro para Adultos recebeu quase de um milhão e meio de contos a mais que o Teatro Infantil, e no ano corrente, as perspectivas permitem antever que a diferença monstruosa do montante anterior, seja mesmo ultrapassada.

O Teatro Infantil de Lisboa tem em cena , no Maria Matos Teatro Municipal, o espectáculo “Os Três Mosqueteiros”, até ao mês de Abril do ano de 2000. Após, 24 anos de existência, o TIL mantém-se ainda firme e apto para realizar outras grandes Super Produções Musicais, como “Os Três Mosqueteiros”.

A hora é de incompreensão. A revolta assola as artérias do Teatro Infantil. Fala-se muito, mas age-se pouco. A cultura tenta expandir-se mas, se os apoios escassearem, a adaptação de notáveis obras literárias destinadas a crianças, jovens e à restante população, ditará a sua própria sentença.

É fundamental preservar a cultura e identidade de um povo que é nosso e o de todos os portugueses. De momento, no Maria Matos, a luta de “Os Três Mosqueteiros” prossegue, alheia aos dissabores culturais que invadem os caminhos do Teatro Infantil.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]