Serafins na Casa-Museu Medeiros e Almeida

1071
Serafins na Casa-Museu Medeiros e Almeida
Serafins na Casa-Museu Medeiros e Almeida

De 4 de Maio a 4 de Junho a Casa-Museu Medeiros e Almeida recebe a exposição temporária Serafins, do pintor Tomaz Borba Vieira, artista contemporâneo. Esta exposição reúne cerca de 22 obras, baseando-se na vivência interior do ser humano…

Serafins

Por outras palavras, o artista parte para a criação de um retrato servindo-se de alguns apontamentos tirados de pessoas reais. O interessante é que esse retrato projecta-se no futuro: é o retrato de uma pessoa que pode vir a existir.

Nesse sentido estes quadros são intemporais. Borba Vieira, o artista, nasceu em Ponta Delgada, em 1938. Pedagogo, pintor e animador cultural, estudou Pedagogia e Educação em Lisboa e em Boston, assim como Pintura em Lisboa e em Florença.

Foi docente e formador de professores. Participou em exposições colectivas de Arte Moderna Portuguesa em Portugal e no estrangeiro realizou várias exposições individuais. Fundou, também, o Centro Cultural da Caloura na ilha de São Miguel, Açores.

Tem-se ainda dedicado à colaboração em diversas revistas e jornais, tendo publicado a novela “Herdar Estrelas” e o livro de contos “Degrau de Pedra”.

A qualidade da sua vasta obra fez com que recebesse a Medalha de Mérito Municipal da Câmara Municipal de Lagoa, o Diploma de Mérito Municipal da Câmara Municipal de Ponta Delgada e foi-lhe atribuída a Insígnia Autonómica de Reconhecimento pela Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores. Para os mais curiosos, no dia 09 de Maio Eduardo Nery fará uma visita guiada à exposição “Serafins”, falando um pouco mais sobre a obra exposta e esclarecendo as possíveis dúvidas existentes.

O romancista põe peito à reformação das obras de Deus, e corrige-as. Quando os seus personagens se avizinham de algum sujo aguaçal, em que é uso a gente commum salpicar as gbotas, atam-lhe asas de serafins e largam-lhe trela por esse azul dos céus dentro, até lhes vir a geito poisal-os em alegretes de flores. (*)

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]