Fátima Lopes, tendências Outono / Inverno

4488
Fátima Lopes - biquini
Fátima Lopes - biquini

Fátima Lopes é uma das estilistas portuguesas mais irreverentes, e talvez uma das mais conceituadas internacionalmente. Para este Outono/Inverno a sua colecção segue linhas dinâmicas.

Fátima Lopes é conhecida um pouco pelo mundo inteiro. A estilista que desfilou em Paris com um biquini de sua própria autoria, e que deslumbrou os espectadores, apresenta a sua colecção para estas estações vindouras com o mesmo toque de sensualidade que lhe é habitual.

Sempre preocupada com a Mulher e com o conceito de feminismo, Fátima Lopes associa o vestir bem com o charme e sensualidade que todas as mulheres possuem. As suas roupas revelam a forma dinâmica como encara a mulher moderna, e as suas colecções primam sempre pelo charme.

Fátima Lopes – Tendências Outono / Inverno

Para este Outono/Inverno 2000/01, Fátima Lopes criou as suas roupas a pensar exactamente na mulher dinâmica e versátil, como já vem sendo habitual. Assim, Fátima Lopes optou por drapeados em transparências, por denin elástico e lurex.

De destacar os brilhos que se aninham nos tecidos, conferindo à roupa uma aura moderna e requintada, sem nunca perder o glamour. Sem cortes ou modelos demasiadamente sofisticados, os modelos assentam na classe e no sentido de modernidade e independência da mulher actual.

Regressando no tempo, a estilista viaja até aos anos 80 onde o romantismo e a simplicidade requintada das formas e dos moldes abundava. Preto, vermelho, laranja, amarelo ou branco são as cores de eleição de Fátima Lopes.

Mas, o azul das ganga, bege ou bordeaux são cores que a estilista não dispensa para este Outono e Inverno. A exuberância das cores com o brilho das tonalidades origina um conjunto inesquecível, onde a silhueta é acentuada em sinal de elegância.

Fátima Lopes, já reconhecida internacionalmente pelo mundo inteiro, e nas capitais da moda, parece querer trazer uma visão futurista já a pensar na mulher do século XXI, embora não esqueça os tempos da moda portuguesa, em plena década de 80.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]