Esperanto: uma língua internacional

2213
Esperanto: uma língua internacional
Esperanto: uma língua internacional

O Esperanto já tem mais de 100 anos, e cerca de 2 milhões de pessoas em todo o mundo falam-no fluentemente. Para que os processos de comunicação sejam totalmente eficazes, um dos principais requisitos é o uso de uma linguagem comum a todas as partes envolvidas.

Hoje em dia a comunicação já acontece à escala mundial nas mais diversas vertentes, seja a nível pessoal, comercial, político…  E naturalmente que o factor idiomático representa uma barreira considerável – apesar do razoável domínio da língua inglesa enquanto idioma “universalmente falado”.

A língua Esperanto

Foi nas últimas décadas que esta questão começou a tomar proporções mais evidentes, mas já no século passado houve quem se preocupasse com o assunto, chegando a desenvolver uma língua “internacional“. Em 1887, o polaco Ludwik Zamenhof criou o Esperanto, aquela que é, até hoje, a língua “artificialmente criada” mais bem sucedida.

Com raízes no latim, no grego e nas línguas daí derivadas, foi desenvolvido de forma a ser uma linguagem simples, de regras gramaticais e semânticas básicas e desprovidas dos artificialismos e pormenores supérfluos resultantes de uma evolução histórica longa e com as mais diversas influências de todos os outros idiomas.

O Esperanto é, assim, um idioma criado de raiz com o intuito de se tornar internacional, de aprendizagem rápida e acessível a qualquer pessoa, independentemente da sua língua materna. Não foi criado com a pretensão de se tornar uma língua universal, mas sim a segunda língua de todos os povos, sem qualquer prejuízo de cada idioma já existente.

Mas em vez de procurar descrever, o melhor será exemplificar. Afinal, tratando-se de um idioma, convém que tenhamos com ele um contacto direto. Aqui ficam então, algumas curtas frases com tradução em português..

A semelhança no vocabulário e na raiz de cada palavra é evidente:

  • Bonan matenon – Bom dia.
  • Dankon – Obrigado.
  • Esperanto estas bela kaj utila. – O Esperanto é belo e útil.
  • Ili skribas tre bone. – Eles escrevem muito bem.
  • Via laboro estos utila. – O seu trabalho será útil.
  • La floro estas bela – A flor é bonita.
  • La muro estas alta. – O muro é alto.

Em 1908 foi fundada a Universala Esperanto-Associo (Associação Universal de Esperanto), que conta actualmente com membros em mais de 80 países. São editadas regularmente cerca de uma centena de publicações em Esperanto, e existem mais de 30 mil livros traduzidos nesta língua. Calcula-se que existam, hoje em dia, cerca de 2 milhões de pessoas que falam fluentemente esta língua.

No nosso país existe, desde 1972, a Associação Portuguesa de Esperanto. Sediada em Lisboa, conta com cerca de 300 sócios inscritos. Para além de cursos (normais e intensivos) a Associação dispõe ainda de uma livraria e uma Biblioteca especializadas nesta língua.

Associação Portuguesa

Esta língua está relativamente bem divulgado na Internet. Aliás, diversos sites relativos a esta língua usam o lema “Internet + Esperanto = Comunicação perfeita”.

Através de uma pesquisa nos mais conhecidos motores de busca deparamo-nos com muitas dezenas de sites que nos fornecem desde a história e os fundamentos do Esperanto até cursos online (grátis) e ficheiros de exercícios, dicionários e sons para download.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]