Crianças: Como evitar os acidentes domésticos

2456
Crianças: Como evitar os acidentes domésticos
Crianças: Como evitar os acidentes domésticos

O seu filho está sozinho em casa. Mas… será que está seguro? A Mulher Portuguesa deixa-lhe algumas dicas de como evitar os acidentes domésticos com crianças.

Como evitar os acidentes domésticos

A casa é o cenário onde acontece a esmagadora maioria dos incidentes domésticos com crianças. Por todo o lado, estão à mão de semear “ratoeiras” de todo o tipo. E a curiosidade natural das crianças, é um convite à aventura. Sobretudo, quando começam a gatinhar, é o tempo das grandes descobertas.

E surgem mil ideias e enfim, fazem “trinta por uma linha”, como diz a expressão popular:

  • chegar às janelas e às prateleiras, subindo às cadeiras e aos bancos;
  • subir e descer escadas;
  • espreitar a lareira ou o fogão de sala;
  • meter-se dentro dos roupeiros ou dos armários esquecidos abertos;
  • todo o tipo de objectos serve para levar à boca;
  • puxam toalhas e naperons de mesas e mobiliário;
  • puxam fios de eletricidade

Conforme ficou dito, a casa é o cenário para todas estas armadilhas. Contam as estatísticas mais recentes, que, só nesse ano, as urgências dos hospitais receberam perto de seis mil crianças de idade inferior a 5 anos.

Para evitar surpresas desagradáveis, deixamos-lhe algumas dicas para ter a certeza de que o seu filho está sozinho em segurança.

Perigos à solta na cozinha

A cozinha é, talvez, o local mais perigoso da sua casa. É aqui que estão os detergentes, os electrodomésticos e os pequenos domésticos, tudo equipamentos eléctricos; é aqui que estão também os equipamentos a gás, como o esquentador e o fogão, onde se aquecem os alimentos, em tachos e panelas que fervem a muitos graus de temperatura. Já para não falar nas facas, nos garfos, nos abre-latas, em tudo o que corta…

Para evitar “azares” com a sua criança, siga alguns conselhos:

  • utilize bloqueadores para as portas dos armários com puxadores, como as portas da despensa onde estão os detergentes ou as gavetas onde guarda utensílios cortantes;
  • mantenha os tachos, panelas e frigideiras nos bicos do fogão mais atrás, com os cabos virados para dentro;
  • para o forno, impeça a abertura da porta com um bloqueador próprio;
  • se tiver em casa uma escada que dê acesso à cozinha, ou qualquer outro tipo de escada que possa representar perigo, bloqueie a passagem com uma barreira de segurança.

As armadilhas da casa de banho

A casa de banho é uma autêntica caixinha de supresas para as crianças. Tesouras, corta-unhas, lâminas de barbear, produtos de higiene, torneiras, chuveiros, medicamentos… tudo representa um potencial acidente.

A começar pela temperatura da água com que dá banho ao seu bebé e pela quantidade de água que utiliza para o fazer: mais do que 10 cm de água em altura são um risco real de afogamento.

Na casa de banho utilize:

  • antiderrapante no fundo da banheira, para que a criança possa movimentar-se, sem correr riscos de cair ou escorregar;
  • tranque as portas dos armários e as gavetas com trancas de segurança próprias para o efeito, de modo a que objetos cortantes e medicamentos não fiquem ao alcance do bebé;
  • além disso, guarde-os em armários altos e tranque-os com uma chave;
  • proteja os vidros das janelas e das portas com uma película transparente autocolante, para que, no caso de se partirem, a criança não seja apanhada pelos estilhaços;
  • Para a tampa da sanita, para portas e gavetas, para todo o tipo de portas e outros “perigos”, utilize travões multiusos.

A sala, o quarto, a arrecadação, a varanda… de todas as brincadeiras:

O perigo espreita a cada esquina de qualquer destas divisões.

  • Atenção muito especial aos cabos e fios eléctricos, que deve evitar que fiquem soltos, pendurados, de forma a que possam ser prejudiciais à criança.
  • Nas portas, tanto das divisões, como dos armários, instale correntes de segurança, que impeçam que elas se abram por completo;
  • utilize também bloqueadores, para que as portas não fechem na totalidade: assim, o bebé não corre o risco de ficar fechado;
  • Proteja as pontas das mesas com dispositivos próprios para os tornar arredondados;
  • para que a criança não possa abrir as janelas, instale fechos de segurança,
  • fixe as estantes à parede;
  • coloque antiderrapante por baixo dos tapetes;
  • monte grades de proteção nas varandas e nunca deixe bancos ou cadeiras nestes locais;
  • guarde todas as ferramentas e produtos químicos, de modo a que a criança não possa ter acesso a eles;
  • desligue sempre todos os aparelhos eléctricos que possam causar choques ou queimaduras ao bebé.
Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 2]