Chinchilas uma animal pequeno para companhia

6978
Chinchilas
Chinchilas

Mais conhecidas no mundo da moda estes pequenos roedores, as chinchilas,  podem ser uma boa solução para quem quer um bichinho e não tem muito espaço ou paciência.

As Chinchilas

Animais originários da América do Sul, mais precisamente da Cordilheira dos Andes, são consideradas extintas nessa zona e por isso hoje em dia são criadas em cativeiro em vários países como os EUA, Canadá, Alemanha e Espanha, onde são apreciadas pelas suas peles para o fabrico de casacos, consideradas as mais caras do mundo.

Características

Dócil e delicada, a chinchila é um excelente companheiro de estimação tanto para crianças como para jovens e adultos. Come apenas 1 kg de ração por mês e o seu pêlo fino não permite a criação de insectos como pulgas ou outros parasitas.

Quase em extinção

Os primeiros a apreciarem as qualidades da pele de chinchila foram os indígenas dos Andes, os Chinchas (de onde vem a denominação do animal). A responsável pela divulgação das espantosas qualidades dos casacos na Europa foi a rainha Isabella da Espanha, o que veio a provocar uma caça desenfreada desde 1524 a 1918 que praticamente extinguiu as chinchilas do seu habitat natural.

O primeiro criador que obteve sucesso em cativeiro foi Mathias Chapman, que levou onze chinchilas (hoje considerados os últimos exemplares silvestres) para os EUA em 1922. Todos os que actualmente existem são descendentes desses animais.

São conhecidas três espécies diferentes de chinchilas:

As Brevicaudata

Grandes e muito peludas, com o pescoço grosso. O pêlo é mais longo, embora não seja muito forte; as chinchilas reais, consideradas como as que melhor pêlo têm para a industria peleira, mas demasiado agitada para estar em cativeiro e a Lanígera, de pelagem acinzentada com várias tonalidades e a mais criada em cativeiro.

Tanto o macho como a fêmea atingem a maturidade sexual por volta do 8º mês de vida e continuam férteis até ao 12º ano de vida.

As fêmeas possuem um período fértil de 3 dias e um ciclo de 28 dias, em média. As crias nascem depois de 111 dias de gestação, numa média de dois filhotes, e tanto a mãe como o pai cuidam dos pequenos.

As chinchilas adultas alcançam os 30 centímetros de comprimento e pesam entre 500 a 800 gramas, sendo normalmente a fêmea maior que o macho.

Em cativeiro

Se deseja ter este roedor como amigo, precisa apenas de lhe dar alguns confortos. Assim, para moradia precisa de uma gaiola forrada com serradura ou outro material confortável, onde irá colocar pedaços de madeira branca não tratada para ele poder roer.

O banho

Numa banheira própria coloque três a cinco colheres de sopa de pó de mármore ou de ardósia onde ele se possa ‘lavar’ durante alguns minutos por dia.

Existem já à venda nas lojas de especialidade pós preparados para o banho da sua chinchila, indispensável para a saúde do pêlo. A alimentação da sua chinchila passa por uma colher de sopa de ração uma vez por dia, água fresca à vontade, um punhado de farelo de trigo por dia e até três uvas passas por dia (muito importante evitar a prisão de ventre).

Cuidados com a alimentação

A alimentação da sua chinchila passa por uma colher de sopa de ração uma vez por dia, água fresca à vontade, um punhado de farelo de trigo por dia e até três uvas passas por dia (muito importante evitar a prisão de ventre).

No caso dela rejeitar esta alimentação, opte por cereais secos como arroz cru, gérmen de trigo, milho, etc., no máximo uma vez por semana apenas um desse itens (porque o excesso pode causar prisão de ventre) e um pedaço pequeno de maçã uma vez por semana.

Problemas digestivos mais comuns

Tenha em atenção que as chinchilas têm sistemas digestivos muito sensíveis e que não podem comer qualquer tipo de alimentos, que lhes pode ser fatal. Nunca lhes dê cenouras, chocolates, biscoitos, doces, ervas e frutas (com excepção da maçã).

Se o seu animal apresentar diarreia, suspenda toda a alimentação e dê-lhe somente água fresca e pão queimado na chama do fogão (deixe mesmo queimar e ficar em carvão), durante 24 horas.

Se pelo contrário ele apresentar prisão de ventre, esta é uma situação muito grave que pode mesmo levar à morte. Comece por dar-lhe uvas passas e ameixas secas sem caroço, e em caso de persistência dê-lhe ainda um pouco de sumo de laranja levemente adoçado com mel através de um conta-gotas.

Em último caso, faça-o beber umas gotas de óleo de soja ou azeite, duas vezes ao dia. Nunca exponha as chinchilas ao sol, a calor excessivo, vento forte, humidade e chuva, porque estes elementos podem causar constipações graves.

Tendo uma expectativa de vida média de quinze anos, a chinchila não precisa ser vacinada e nem mesmo de qualquer outro tipo de cuidado especial senão do carinho e da dedicação do seu dono.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]