Rezas e benzeduras de proteção mais comuns

19748
Rezas e benzeduras de proteção
Rezas e benzeduras de proteção

Nas aldeias perdidas do interior português e, mesmo as pessoas no meio urbano crentes na força das palavras, recorrem ainda hoje, a rezas e benzeduras, com o intuito de se protegerem e, protegerem os seus. Contra as bruxas, males, doenças, maus olhados, as palavras penetram, em busca da protecção…

As orações, rezas ou benzeduras, perderam um pouco a sua utilização, com o passar dos anos. Quando se tem uma doença vai-se ao médico, se estamos cansados é sinónimo de excesso de trabalho e, nada mais. Mas, as pessoas crentes na força das benzeduras e orações, têm outra opinião.

Rezas e benzeduras

Apresentamos-lhe alguns exemplos de rezas e benzeduras mais comuns e, que facilmente pode realizar, sem a necessidade de recorrer a grandes artefactos.

Quando lhe surgir alguma inflamação na pele, unte-se com óleo, fazendo cruzes e pronuncie durante alguns dias, a seguinte benzedura:

“Eu te atalho/ Bicho ou bichão/ Aranhiço ou aranhão/ Sapo ou sapão/ Bicho de qualquer feição./ Eu te atalho/ Eu te minguo/ Eu te corto a cabeça/ E te furo o coração/ Aqui te atalho/ Além de mirro.” Repita esta última frase, três vezes.

Reza para o mau olhado

Quando uma pessoa anda deprimida, mole ou cansada, diz-se que, lhe deitaram mau olhado. O mau olhado ou o quebranto, ambos muito parecidos, atingem pessoas, animais ou coisas, facilmente. Com um ramo de alecrim na mão, a arder, diz-se três vezes:

“Virgem Mãe da Conceição/ Mãe do poderoso Deus/ Tirai este mal, este quebranto/ Do corpo de…/ Deus te fez, Deus te criou/ Deus perdoa, a quem mal te olhou/ Em louvor à Virgem Maria/ Padre Nosso e Ave Maria.”

Esta é uma reza, para afastar o mau olhado e quebranto

Quando bebemos água de uma fonte ou noutro local qualquer, o facto de saciarmos a sede, pode fazer-nos mal. Diga antes de beber a água:

“Aqui passou S. João/ Com uma cruzinha na mão/ Se esta água tiver baba/ Não me chega ao coração”. Os borborinhos ou coscuvilhices, podem ser afastados com: “Foge, foge veneno da cruz/ Que lá vem o Menino Jesus/ Com três facas amarelas/ Se te apanha espeta-tas nas costelas”.

Rezas para crianças doentes

Quando os crianças, estão com fortes diarreias, vómitos, ou cólicas, começa-se por se pedir a intervenção da Virgem Maria.

” Jesus, que é o nome de Jesus, eu benzo este aflitado, este aluado, este encarniçado e este assombrado, em nome de Deus e da Virgem Maria.”

Depois, leve a criança a uma igreja e, à porta, com uma rosca maior do que o seu filho, passe a criança por dentro dela, ao mesmo tempo que murmura:

“Virgem mãe de Deus, sois vós virgem e mãe de Deus, acudi a esta necessidade se acaso fores servida, sejais madrinha intercessora diante do vosso precioso filho”.

Como livrar-se das bruxarias

As bruxas tem inúmeras artimanhas, por isso se quer livrar-se de alguma, o melhor é dirigir-se a alguém, especialista na matéria.

Mesmo assim, sempre que se cruzar com alguém ou encontrar um conhecido ou desconhecido, que lhe pareça estranho, diga as seguintes palavras:

” Irra/ Tu és ferro e eu sou aço/ Foge diabo que te embaço”. Estará protegido, contra qualquer possível bruxaria, ao dizer estas palavras.

O mundo das rezas tem uma infinitude de orações e benzeduras. Ainda hoje, mais pessoas do que aquelas que possa imaginar, dedicam-se a estas formas de cura complementar.

Parece que a evolução dos tempos, não passou por aqui. Se calhar, também há uma reza para tal efeito… Quem sabe?

Classificação
A sua opinião
[Total: 6 Média: 4.2]