Maria de Jesus Barroso, uma mulher de coragem e talento

2279
Maria de Jesus Barroso
Maria de Jesus Barroso

Maria de Jesus Simões Barroso Soares é licenciada em ciências histórico-filosóficas pela Faculdade de Letras de Lisboa. concluiu também o curso de arte dramática do Conservatório Nacional.

Maria de Jesus Barroso

Representou no Teatro Nacional durante 4 anos, enquanto aluna da faculdade, sendo demitida pelas suas posições políticas como membro da oposição democrática ao regime de Salazar. Foi impedida de exercer a profissão de professora, mesmo em escolas privadas, durante os regimes de Salazar e Marcelo Caetano.

Em 1949, casou com Mário Soares, seu colega de faculdade, de quem tem dois filhos: Isabel e João. Tem três netos do seu filho e dois da sua filha.

Foi candidata a deputada pela oposição democrática em 1969, durante o regime de Marcelo Caetano. Participou no terceiro congresso da oposição democrática em Aveiro, em 1973.

Participou também na fundação do partido socialista, em Bad-Munstereifel, na Alemanha. participou em todas as campanhas eleitorais depois do 25 de abril, chegou a ser eleita deputada pelos distritos de Santarém, Porto e Faro. Dirige o Colégio Moderno, uma escola privada fundada pelo sogro, João Soares.

De 1986 a Março de 1996, como mulher do Presidente da República, empenhou-se em diversas actividades de apoio à cultura, educação e família, infância, solidariedade social, dimensão feminina, saúde, integração de deficientes e prevenção da violência.

Das muitas instituições que fundou ou ajudou a criar, destacam-se a Associação para o Estudo e Prevenção da Violência, a Emergência Infantil e a Fundação Pro Dignitate.

Presidiu, à Cruz Vermelha Portuguesa e a uma série de outros organismos nacionais e internacionais de cariz vincadamente social, entre eles, a comissão de honra da Liga Portuguesa dos Deficientes Motores, a comissão de honra da UNICEF em Portugal e do Conselho de Solidariedade Social da Fundação para o Estudo e Prevenção e Tratamento da Toxicodependência.

Foi também distinguida com vários títulos académicos e honoríficos, entre eles, os de Doutora Honoris Causa pelo Lesley College de Boston e de professora honorária da Sociedade de Estudos Internacionais de Madrid.

Recebeu também a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade.

Maria de Jesus Barroso faleceu a 7 de julho de 2015, em Lisboa.

(Esta informação foi gentilmente cedida pela Fundação Pro Dignitate)

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]