Eva Perón conhecida por Evita Perón, a atriz e líder política argentina

4179
Evita Perón, uma atriz e líder política argentina
Evita Perón, uma atriz e líder política argentina

Mas quem foi, afinal, Evita Perón? Conta a História que nasceu com o nome de María Eva Ibarguren, na pequena cidade de Los Toldos, perdida na vastidão das pampas argentinas. Foi no dia 21 de Novembro de 1919. Eva nasceu da relação proibida entre um rancheiro e a sua amante, e passou toda a sua juventude debaixo da sombra da ilegitimidade, que culminou com o traumático acontecimento que teve lugar no funeral do seu pai: Eva e a sua família foram proibidas de assistir ao funeral.

Evita Perón

A legítima esposa não o permitiu, criando um escândalo naquela pequena cidade. Anos mais tarde, Eva escreveria na sua auto-biografia, “La Razon de mi Vida”, que “…de todos os períodos da minha vida retenho a memória de alguma injustiça a atormentar-me.”

Apesar das circunstâncias, Evita Perón foi uma jovem alegre, fascinada pelo cinema americano e ansiosa por descobrir a vida para além do horizonte de Los Toldos. Foi assim que, aos 17 anos de idade, partiu à descoberta de Buenos Aires. Três anos após a sua chegada à capital argentina, Eva havia conquistado uma carreira como atriz de rádio e cinema, sobejamente explorada pela imprensa.

Em Janeiro de 1944, durante um concerto para angariação de fundos a favor das vítimas de um terramoto, Evita conhece Juan Perón, um jovem e popular político em franca ascensão. No espaço de poucas semanas começaram a viver juntos, no apartamento de Perón.

A carreira política de Juan Perón não parou de progredir, tornando-se Ministro da Guerra e Vice-Presidente da República. No entanto, a crise política no fim da segunda guerra mundial levou à sua prisão. Libertado pouco tempo mais tarde graças a uma revolta popular, Perón casou-se com Eva e foi eleito presidente da Argentina com uma gigantesca aclamação do povo.

Através do “Peronismo” – uma mistura de princípios democráticos e despóticos, Juan Perón tornou-se num dos mais admirados e amaldiçoados líderes da era moderna. Partilhando sempre da visão do marido relativamente ao destino do seu país, Eva tornou-se objecto de uma intensa ou quase mística adoração por parte do povo.

Ganhou uma enorme projeção internacional durante uma viagem pela Europa, com o objectivo de promover os interesses da Argentina. No seu país, foi o principal instrumento para a formação do Partido Penonista Feminino, assim como da Fundação Eva Perón, que desenvolveu um intenso trabalho de caridade junto dos pobres.

Eva Perón inicia a vida politica

Como forma de gratidão, o povo argentino foi cada vez mais aclamando a sua primeira dama, incentivando-a a assumir um cargo político juntamente com o marido. Apesar das cada vez mais dissidentes forças militares e do forte desacordo da oposição, Eva Perón acabou por se tornar candidata à vice-presidência.

Esta foi, no entanto, uma meta que nunca chegou a atingir. Pouco tempo depois foi-lhe diagnosticado um cancro em fase terminal. Renunciando às suas aspirações políticas, Eva Perón entrou num rápido e pronunciado declínio, acabando por morrer a 26 de Julho de 1952, apenas com 33 anos de idade.

A Argentina ficou de luto e nunca aquele país havia visto tamanha manifestação de pesar. Mais de um milhão de pessoas encheram as ruas de Buenos Aires para acompanhar o seu cortejo fúnebre, e mais de três milhões fizeram fila para lhe prestarem homenagem junto do caixão. Não tardou a criar-se o mito da “Santa Eva” e, nos dois anos que se seguiram à sua morte, o Vaticano recebeu mais de 40 mil pedidos para a sua canonização.

21 anos após a sua precoce despedida, e inspirado por um documentário sobre a sua vida ao lado de Juan Perón e dos descamisados, Tim Rice criou um dos mais célebres musicais de todos os tempos, que desde a sua estreia ainda não abandonou os palcos de todo o mundo.

As mais prestigiadas atrizes de teatro já deram vida a Evita e Madonna foi a escolhida para a representar no cinema. A trágica história da Evita Perón não terminou, e a sua imagem vai permanecer no nosso imaginário por muito tempo, com a força de uma figura tão fugaz e enigmática.

Classificação
A sua opinião
[Total: 2 Média: 4.5]