Um Cântico a Leibowitz de Walter M. Miller

3946
Um Cântico a Leibowitz de Walter M. Miller
Um Cântico a Leibowitz de Walter M. Miller

Um Cântico a Leibowitz: uma época das Trevas, em que a Humanidade pouco mais conhece do que aquilo que está a alguns metros de si e que sucede a outra em que o Homem foi o expoente máximo da civilização.

Um Cântico a Leibowitz

A civilização foi destruída por um Dilúvio de chamas e de radioatividade devido à guerra e oposição entre os povos. Pode esta situação voltar a acontecer de novo?

Nada o prevê, quando um jovem noviço da Ordem dos Leibowitz descobre novas relíquias sagradas respeitantes ao santo que veneram, um cientista da antiga era, executado após a grande catástrofe por ser um dos que se dedicaram ao aperfeiçoamento das armas nucleares. Esta ordem vai atravessar os séculos guardando as relíquias sagradas e passando a sua vida a copiar e a interpretar os fragmentos sobreviventes.

Mas o homem não descansa na sua ambição por descobrir e da época das trevas medievais passa à segunda Renascença e por último à época das naves espaciais e da nova destruição. Ao longo dos anos os homens prometem nunca voltar a fazer os mesmos erros do passado, no entanto esta promessa é de novo quebrada e os únicos que podem alguma vez sobreviver são os abutres.

Um Cântico a Leibowitz é um livro poderoso que acompanha as três novas idades da Humanidade e que demonstra que o Homem, mesmo com uma segunda chance para entrar no Paraíso, desperdiça-a de novo em nome da ambição e das lutas que sempre farão tremer o mundo.

Walter M. Miller, Jr. traça um mundo novo mas que compactua com os mesmos erros do passado, demonstrando que o homem não quer ou não sabe aprender. Um livro aterrorizador e que leva o leitor a refletir sobre o passado e o presente, que nos chega pela Europa-América, na coleção Nébula.

Editado pela primeira vez em 1959, um Cântico a Leibowitz, não podemos deixar de detectar uma mensagem clara aos inventores da primeira bomba atómica e da paranóia que se vivia nessa altura de plena guerra fria em relação às ameaças nucleares.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]