The Globe Totters de Jorge Ruivo

533
The Globe Totters
The Globe Totters

The Globe Totters de Jorge Ruivo da Editorial Minerva

The Globe Totters

‘The Golbe Trotters’ é um livro de Jorge Ruivo. Um género de diário que conta algumas histórias, que vão desde os factos banais até à mudança das gerações.

Poderia ser uma homenagem à geração de 70. Poderia ser também um hino em forma de texto à geração anterior a esta. Poderia ser muita coisa, mas isso vai depender de quem esteja a ler o livro. Mas, o livro é acima de tudo uma recordação geral de um passado não muito distante do nosso presente, que se funde com os dias que correm perante o nosso olhar.

‘The Global Trotters’ é um livro com cerca de 80 páginas, que oferece ao leitor pequenos contos. Centrados na realidade, os contos abordam temas vastos e alguns deles totalmente distintos entre si. Ao todo são cerca de 25 contos, alguns extremamente curtos, mas que permitem ao leitor ir ao encontro de uma realidade já ultrapassada.

Para ter um pouco a ideia de que tipo de histórias fala o livro, poder-lhe-emos dizer que encontra aqui: ‘A importância do calçado’, ‘Um ladrão por acidente’, ‘Um artigo para o jornal…que nunca foi’ ou ‘A viagem dos finalistas’. Pequenos contos que deambulam pelos caminhos da memória de uma sociedade agora renovada, deixados que estão para trás determinadas imposições e obrigações.

O livro pode ser considerado um espelho de toda a geração que viveu nos trilhos esburacados da década de 70, quando uma geração inteira lutava pela mudança de ideais. A tropa, a emigração, paz, guerra, a violência ou o cativeiro são algumas das histórias que se aglomeram neste livro, todo ele de leitura fácil e acessível a qualquer um.

Jorge Ruivo encaminha o leitor para uma viagem pacífica, mas também perturbante incursão ao passado, onde as linhas orientadoras estão definidas neste ‘The Globe Trotters’. A Editorial Minerva lança um livro para os filhos desses tempos e para os do actual presente, que pouco ou nada aparentam ter a ver com essa geração. Um livro para recordar ou, simplesmente, para conhecer!

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]