Sonho Roubado de Aleksandra Marínina

964
Sonho Roubado de Aleksandra Marínina
Sonho Roubado de Aleksandra Marínina

Sonho Roubado é mais uma aventura da inspetora Anastassia Kaménskaia. Kaménskaia tem de resolver o misterioso estrangulamento de uma jovem prostituta, Vika Erimina.

Sonho Roubado

A jovem assassinada bebia e, de vez em quando, desaparecia por vários dias sem avisar ninguém do seu paradeiro. Ultimamente, Vika andava demasiado transtornada: afirmava que alguém lhe andava a roubar os sonhos. Boris Kartachov, o namorado, tentou, em vão, interná-Ia a conselho de um psiquiatra.

Mas como se poderá acreditar nisso se esse psiquiatra afirma nunca ter visto a jovem? Quem a terá assassinado? E quem lhe teria roubado o sonho?

Entretanto, surge em cena um certo homem, de nome Arsene, dizendo tratar-se de um velho reformado do KGB, e que tenta a todo o custo impedir Kaménskaia de atingir os seus fins.

Em consequência, a inspetora vê-se a braços com um grave problema: a Máfia Russa infiltrada no Departamento da Polícia e tanto Anastassia como o seu chefe Viktor Gordéev sentem que já não podem confiar em ninguém e juntos terão de encontrar os traidores.

Traduzido diretamente do russo, Sonho Roubado é um romance intenso e extremamente bem arquitectado, no qual corrupção, violência, crime e morte caminham lado alado.

Aleksandra Marínina

Aleksandra Marínina nasceu em Moscovo no ano de 1957. Licenciada em Direito, trabalhou durante vinte anos no Ministério do Interior. Especialista em Criminologia e Estatística Criminal, chegou a defender uma tese sobre a influência das anomalias psíquicas na personalidade dos criminosos.

A autora de O Dono da Cidade e de No Segredo dos Mortos, já publicados nesta coleção, é provavelmente a escritora com maior sucesso na Rússia, tendo recebido, em 1995, o prémio Escritora do Ano na XI Moscow International Book Fair.

A sua obra encontra-se traduzida nos Estados Unidos, Itália, França entre outros países e já vendeu milhares de cópias em todo o mundo.

Verdadeiro fenómeno editorial russo ( cerca de 20 milhões de exemplares vendidos desde 1993), e de seu verdadeiro nome Marina Alexeïeva, tem já cerca de 20 policiais escritos, embora tenha iniciado a sua carreira literária em 1992, sendo todos eles centrados na característica personagem principal, a irrepreensível investigadora Anastasia Kamenskaïa.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]