Os cavalos de Tróia de António Borges de Carvalho

1292
Os cavalos de Tróia de António Borges de Carvalho
Os cavalos de Tróia de António Borges de Carvalho

Os Cavalos de Tróia é o título do mais recente livro de António Borges de Carvalho. Artesão das palavras e dotado de uma escrita muito peculiar e característica, surge agora este livro centrado na roupagem dúbia do conceito de verdade.

António Borges de Carvalho fez questão de salientar que este livro não é perfumado por nenhuma aura política, com alguns tinham já declarado mas, que era apenas a história simples e ao mesmo tempo confusa de um homem de nome Joaquim, em busca da verdade.

O conceito de verdade é discutível. Há a verdade de uns e a verdade de outros. O que é verdade para uma pessoa, pode não o ser para as outras. Ainda que existam verdades universais fundamentadas e declaradas com tal, nem sempre esta palavra é de igual cariz semelhante para todos.

Os Cavalos de Tróia

Aborda esta componente confusa da vida de Joaquim. Um homem perdido da realidade da verdade e da mentira, que procura a essência da sua verdade. O próprio autor do livro teve o cuidado de deixar um desafio ao leitor: tentar descobrir até às últimas páginas do livro, se aquilo que as palavras retratam é a verdade ou somente a mentira.

A arte de escrever implica inúmeros cuidados. António Borges de Carvalho referiu mesmo que, em muitas circunstâncias escreve-se algo com o intuito de fazer passar uma determinada mensagem e depois, os leitores descobrem coisas que o autor nem imaginava que lá estivessem.

Unindo a reflexão com a história, o pensamento com o real “Os Cavalos de Tróia” é uma excelente leitura, rica na sua linguagem e conteúdo formal que não deve deixar de ler. Entre o Tejo e as memórias que vagueiam à beira da dualidade da verdade, nasce a obra de António Borges de Carvalho, “Os Cavalos de Tróia”, em busca da verdade perdida…

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]