O Idiota do célebre Fiódor Dostoiévski

908
O Idiota do célebre Fiódor Dostoiévski
O Idiota do célebre Fiódor Dostoiévski

Do célebre Fiódor Dostoiévski, ‘O Idiota’ retrata atá onde podem ir os limites da transformação humana face a uma realidade totalmente distinta da habitual.

O Idiota

O príncipe Michkin regressa ao seu país. Oficialmente, o príncipe sofre de uma profunda depressão nervosa, embora este estado seja meramente artificial. Na verdade, o príncipe goza de uma forma de ser completamente idiota, confiando plenamente naqueles que o rodeiam.

O príncipe conhece Rogójin, durante a sua viagem, e o jovem conta-lhe maravilhas acerca de Nastássia Filíppovna, uma mulher de reputação duvidosa, mas muito bonita. Na casa do General Epantchin, o príncipe ouve novamente falar de Nastássia, aguçando ainda mais o seu desejo para a conhecer. É aqui, na casa do General, que o príncipe fica a saber que Gánia, o secretário do General, pretende desposá-la do seu dote.

O príncipe tem, finalmente, oportunidade de conhecer Nastássia na casa de Gánia, secretário do General. Segundo o príncipe, Gánia apenas pretende o dinheiro, não merece casar com tão bela mulher, se não a amar realmente. Porém, é com Rogójin, a primeira pessoa a falar de Nastássia a Michkin, que a mulher irá ficar, mesmo depois do príncipe a ter pedido em casamento.

Toda a história está recheada de encontros e desencontros, amores, paixões e interesses, que acabam por desaguar num final verdadeiramente trágico, com a morte de um dos principais envolvidos neste trio amoroso. Ao estilo de Dostoiévski, o livro tem uma mensagem inerente em todo o seu desenrolar: a mudança humana em prol de uma nova realidade.

‘O Idiota’ é um dos cinco grandes romances de Dostoiévski, embora tenha sido o mais mal compreendido da sua época. Perfeito na forma como os personagens se conjugam, exemplar no método utilizado para fazer passar sensações e conflitos humanos, ‘O Idiota’ é um clássico deste grande escritor cujas palavras se perdem no enigmatismo da obra.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]