Marido e Mulher de Tony Parsons

974
Marido e Mulher
Marido e Mulher

Marido e Mulher de Tony Parsons da Editorial Presença

Marido e Mulher

A Editorial Presença acaba de publicar do famoso Tony Parsons, mais um título que promete ser um enorme sucesso editorial. Marido e Mulher é um romance divertido e comovente, esta obra conta-nos as desventuras de um homem dividido entre o desejo da estabilidade de uma família tradicional e o seu individualismo e incontornável romantismo, numa reflexão realista sobre as dificuldades das relações, casamentos e pais dos tempos modernos, escrita com a arte de um excelente contador de histórias.

Parsons regressa com a sequela de Cenas da Vida de Um Pai Solteiro, um estrondoso título que em Inglaterra vendeu um milhão de exemplares e arrebatou o prestigiado galardão Livro do Ano British Book Awards.

Marido e Mulher é a sua sequela, ansiosamente aguardada, e vem confirmar o surpreendente talento de Parsons para tratar um tema tão complexo e delicado como é o das relações amorosas e familiares com humor e paixão, mas também com um admirável insight no que toca à excitação e ao sofrimento que quase sempre envolvem os afectos mais profundos.

Toda a trama é atravessada pela gestão das relações amorosas e familiares em que o protagonista Harry se vê a braços com uma nova mulher, Cyd, uma enteada, Peggy e as inusitadas exigências que estas lhe solicitam.

E há que não esquecer a antiga família e o seu filho Pat que ficou a viver com a mãe e o seu novo marido, Richard, o único homem no planeta que não gosta do Star Wars. Muito embora a sua relação com Richard não seja das mais pacíficas, fica devastado quando a sua “ex-família” decide ir viver para a América.

Separados pelo Atlântico, Harry procura manter o seu papel de pai atencioso e de ex-marido compreensivo a par da sua imagem como padrasto querido, marido apaixonado, mas também de profissional bem sucedido e homem atraente. Qualidades exemplares que não se enquadram na sua mente de ex-marido furioso, pai obsessivo, marido confuso e padrasto contrariado.

Um romance divertido e comovente que reflecte os contratempos dos pais modernos, divididos pelos encargos de vários casamentos, mas unidos no sentimento de voltarem a ser felizes.

Autor: Tony Parsons

É um conceituado jornalista britânico, que se estreia na ficção com o romance Cenas da Vida de um Pai Solteiro, livro que tem feito, desde a sua publicação, uma fulgurante carreira de vendas na Grã-Bretanha, a ultrapassar os 750 000 de exemplares vendidos. Parsons iniciou-se no jornalismo nos anos 70, no New Musical Express.

Foi também na década de 70 que se casou com Julie Burchill, colega e colunista que com Parsons fez furor e exaltou a nova música punk. Foi igualmente o princípio de um divórcio escandaloso e mediático, uma troca de profusos galhardetes que deu origem à saga Parsons/Burchill.

À semelhança de Harry Silver, Parsons foi abandonado pela mulher após ter cometido adultério, e criou o filho como pai solteiro. Mais tarde, a batalha nos tribunais foi penosa, mas Parsons ganhou a custódia do filho, Robert, hoje com 19 anos.

Casado com uma tradutora japonesa, actualmente Tony Parsons é colaborador regular do The Mirror, e já escreveu para publicações como The Face, The Daily Telegraph, The Spectator, assim como para revistas como Marie Claire e a Elle. É realizador dos seus próprios documentários para a BBC, sendo um convidado frequente no famoso BBC TV’s Late Review.

Da sua grande experiência mediática, Parsons desenvolveu uma excepcional capacidade de, simultaneamente, entreter e envolver o leitor, e foi, de facto, o que fez com o livro Cenas da vida de Um Pai Solteiro, cuja sequela, Não me esquecerei de ti, já se encontra publicada pela Editorial Presença.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]