Grandes esperanças de Charles Dickens

1535
Grandes Esperanças
Grandes Esperanças

Publicado pela primeira vez em 1860/61, Grandes Esperanças é um dos romances mais sérios de Charles Dickens.

Grandes Esperanças

É impossível escapar ao poder de sedução desta obra poderosa e violenta – de onde não estão ausentes nem a sátira nem o humor. Tal como num romance policial, o mistério apodera-se da nossa atenção e a revelação da sua verdade psicológica e moral mantém-nos em suspenso até ao derradeiro momento.

Hipnotizados pela voz de Pip e guiados pela sua memória, vamos desvendando o segredo das suas «grandes esperanças» e testemunhando o encontro de um homem consigo próprio.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]