A Mulher de Pilatos de Antoinette May

1559
A Mulher de Pilatos de Antoinette May
A Mulher de Pilatos de Antoinette May
- pub -

A Mulher de Pilatos de Antoinette May da Editorial Bizâncio

A mulher de Pilatos é referida brevemente no evangelho de São Mateus. Sabemos que interpela Pilatos durante o julgamento de Jesus para que nada faça a “esse homem justo”, pois havia sofrido por ele nos seus sonhos. É aqui que a autora se inspira para nos apresentar essa jovem mulher chamada Cláudia Prócula, filha de um poderoso comandante dos exércitos de Roma, ainda aparentado a Tibério.

A Mulher de Pilatos

Cláudia é essa espantosa personagem, que cresce num lar harmonioso, secretamente devota da deusa Ísis e com um dom para ver o futuro. Casa com o bonito e ambicioso Pôncio Pilatos, pouco antes da sua família cair em desgraça junto do imperador.

Enquanto Pilatos se dedica aos assuntos de Estado (e às aventuras extraconjugais), Cláudia passa os dias junto da sua escrava judia Raquel, visita o seu amado gladiador Holtan, janta no palácio de Herodes, faz amizade com Maria Madalena e assiste ao seu casamento com Jesus.

Embora abençoada com o dom de ver o futuro, Cláudia não pode impedir as tragédias que antecipa…

Profundamente ligada à história de Cláudia estão as raízes do Cristianismo e um conjunto de personagens cujos nomes e histórias são parte integrante da nossa cultura.

- pub -

A escrita poderosa de Antoinette May guia-nos pelas ruas de Roma, Antioquia, Cesareia e Pompeia e as atribulações de Cláudia fazem-nos virar página após página com grande expectativa.

. pub .
Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]
- pub -