A arte de passear de Karl Gottlob Schelle

1017
A arte de passear de Karl Gottlob Schelle
A arte de passear de Karl Gottlob Schelle

A Arte de Passear de Karl Gottlob Schelle da Publicações Europa América Passeios de Verão ou de Inverno; na montanha, no campo ou na floresta ou acompanhado; todos eles têm características próprias, todos eles têm a sua arte…

A arte de passear

Saber adaptar os passeios ao nosso humor, às nossas necessidades e às nossas ideias, de modo a desfrutar plenamente da natureza, da solidão ou da companhia dos outros, é um prazer sempre renovado.

A Arte de Passear eleva o mero passeio ao estatuto de delicado exercício estético. Para Schelle, viver continuamente em atmosferas confinadas torna o espírito débil, e o passeio, longe de ser uma actividade puramente física, constitui uma promessa de prazer renovado. Pela acção do corpo, o passeio põe em movimento os mecanismos do espírito, engendrando uma verdadeira necessidade intelectual.

Neste pequeno tratado, o passeio não é um meio mas um fim em si, uma actividade ímpar que coloca o ser em contacto com os outros e com a natureza.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]