Fundação Calouste Gulbenkian: O Ballet em três perspectivas

951

Gerações, é o nome do Ballet Gulbenkian, que estreia no dia 8 de Março, no grande auditório da Fundação Calouste Gulbenkian.

Gerações, é o nome do Ballet Gulbenkian, que estreia no dia 8 de Março, no grande auditório da Fundação Calouste Gulbenkian. As obras coreográficas de Rui Horta, Bruno Listopad e Clara Andermatt, serão apresentadas num espectáculo, envolvendo várias gerações.

Este espectáculo conta com a participação de Rui Horta, à frente da fundação de Companhia de Dança de Lisboa, ainda que tenha sido na Alemanha o local onde consagrou o seu trabalho.

A utilização da culinária, para realçar o quotidiano foi a forma escolhida por Rui Horta, dando o nome à coreografia de “À mesa em quinze minutos”. A oposição entre as pessoas que à mesa comem e, o isolamento do cozinheiro, tudo no mesmo mundo, é realçado nesta peça.

A confecção dos alimentos, é paralela à vida das pessoas. Da mesma forma que se misturam ingredientes para originar um produto final, também na vida real, se exploram ideias para se chegar a algum sítio.

Clara Andermatt, utiliza algo completamente diferente. Vai buscar à cultura de Cabo Verde, os instrumentos para esculpir a sua coreografia. O corpo focado, apanhado pela máquina é a ideia base, desta coreógrafa de renome nacional.

Outro coreógrafo é, Bruno Listopad. Ainda muito jovem nestas andanças artisticas, que introduz à sua coreografia, o desentendimento entre o tempo e o espaço, o guia inevitável para se construir a confusão e desordem. Sediado em Roterdão, Bruno Listopad, é um dos nomes promissores, na dança portuguesa da actualidade.

Gerações, é uma mistura de pontos de vista, de perspectivas que, nada têm em comum a não ser a forma, como são expressadas: a dança/ballet. De diferentes temas, distintos entre si, a Fundação Calouste de Gulbenkian, apresenta de 8 a 11 de Março, com sessões á tarde e à noite, três grandes coreografias: À mesa em quinze minutos de Rui Horta, ‘Another Paradox’ de Bruno Listopad, e Neatnet de Clara Andermatt.

Um verdeiro programa cultural artistico, a não perder…

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]