Entrega do prémio Igualdade é Qualidade no Palácio da Foz

984
Prémio Igualdade é qualidade
Prémio Igualdade é qualidade

O prémio “Igualdade é Qualidade” foi entregue no dia 11 de Abril, pelas 18 horas, no Palácio Foz, pelas mãos da Ministra para a Igualdade, a Dra. Maria de Belém, visando distinguir as empresas que praticaram um política não discrimatória entre homens e mulheres.

Igualdade é Qualidade

Na entrega destes prémios esteve presente, para além da Ministra Maria de Belém, a Presidente da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego, uma representante do Ministério para a Iguadade e Emprego da Bélgica e o Dr. Vitor Ramalho, Secretário de Estado Adjunto do Ministro da Economia.

O prémio “Igualdade é Qualidade” foi criado pelo Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego, ou seja o CITE, tendo por objectivo distinguir as empresas que se evidenciaram, ao nível da igualdade entre homens e mulheres no seu seio, organização, estrutura e gestão. Para além deste prémio, foram também atribuidas menções honrosas, a algumas empresas pela sua actuação de boas práticas.

Assim, foram distinguidas quatro empresas, num total de 24 candidaturas provenientes de várias vertentes empresariais e de distintas zonas de Portugal. A Caixa Económica Montepio Geral, a Sociedade de Aparelhos de Precisão Bruno Janz, S.A., a Heska Portuguesa Indústrias Tipográficas, S.A. e o grupo Salvador Caetano-Indústrias Metalúrgicas e Veículos de Transporte, S.A., constituiram o leque de quatro empresas que adoptaram uma filosofia para a Igualdade, aptos a receber este prémio.

As menções honrosas, forma atribuidas à TAP, à RTP, à Tavares de Oliveira-Assessores e Consultores de Empresas, Lda e à empresa A. Silva Matos Metalomecânica, S.A., pelo desempenho das boas práticas que regem os devidos grupos. Este menção honrosa, revela ainda uma não totalidade das condições necessárias, mas um bom caminho nesse sentido.

Cada empresa vencedora deste prémio, teve oportunidade de dar a conhecer a sua empresa e o tipo de metodologia que seguiam baseada na igualdade dos sexos. O orgulho era evidente e estava estampado no rosto dos representantes das empresas, numa sala repleta de pessoas que não quiseram faltar a esta iniciativa. A Dra. Maria Barroso foi uma das individualidades, que esta cerimónia de entrega dos prémios teve a honra de receber.

No final da sessão, a Ministra para a Igualdade, a Dra. Maria de Belém não quis encerrar o momento proferindo palavras de enaltecimento humano: “Hoje, estamos aqui para saudar aquilo que de bom se tem feito nas nossas empresas”. Assumindo-se como uma defensora da ética profissional, Maria de Belém voltou a evidenciar que a Igualdade é um problema dos homens e das mulheres.

A Ministra para a Igualdade terminou esta cerimónia , agradecendo às empresas o esforço e progresso que têm demonstrado na sua conduta empresarial. Maria de Belém acrescentou ainda, que é importante: “Contribuir para divulgar esta nova linha de preocupação, isto é, o respeito pelo capital humano que é o mais nobre que as empresas têm”. Esta, foi mais uma iniciativa que o Ministério para a Igualdade promoveu, na luta pela igualdade de direitos entre homens e mulheres, no Palácio Foz.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]