Incentive o seu bebé nas primeiras conquistas

2140
Incentive o seu bebé
Incentive o seu bebé

Embora cada criança tenha um ritmo próprio de crescimento e desenvolvimento,  incentive o seu bebé para conseguir que ele evolua de uma forma mais rápida.

Incentive o seu bebé

Para isso, é preciso que os pais incentivem o bebé nas primeiras conquistas. Quem já não sentiu a alegria dos primeiros passos, do balbuciar das primeiras palavras, o entusiasmo ao agarrar nos primeiros objectos…!

Todos estes passos têm uma altura certa para acontecer. Ainda assim, com a ajuda dos pais, o bebé pode conseguir ir mais além, desenvolver determinados aspectos, que o irão marcar ao longo da sua vida.

É fundamental que converse com o seu filho desde o primeiro momento, que brinque com ele, que o faça sentir-se acompanhado desde sempre. É vital manter com o bebé uma relação interactiva, por forma a fornecer-lhe estímulos externos que o ajudem a relacionar-se, de forma sadia, com “os outros”.

Sabia que, falar com o seu filho vai ajudá-lo a aprender de forma mais rápida a língua nativa.

Um estudo efectuado nos Estados Unidos, comprovou ser crucial para uma rápida aprendizagem, por parte dos bebés, a sua exposição à língua nativa. De acordo com esse estudo, a linguagem parece depender, antes de mais, da exposição a que as crianças são submetidas.

Crianças com um elevado grau de surdez, crianças socialmente isoladas, que não experimentaram qualquer tipo de linguagem (verbal ou gestual), não adquirem uma linguagem.

O facto de as crianças ouvirem falar em seu redor, prepara-as para as particularidades da língua nativa. Um outro estudo, anteriormente realizado, já tinha sugerido esta ideia, quando se demonstrou que crianças de cinco meses emitiam sons depois de uma exposição a esses sons.

Nas experiências efectuadas, foram gravadas as conversas de três mulheres, de diferentes nacionalidades, com os seus filhos de cinco meses e paralelamente, foram gravadas conversas dessas mesmas mães mas, com adultos. Isto para demonstrar que, nas três línguas, quando as mães falaram com as crianças as vogais foram mais pronunciadas.

Assim, os sons foram separados tornando-se mais compreensíveis para as crianças. Quando as mesmas mães falaram com adultos o discurso foi mais linear não permitindo a distinção das vogais tornando-se por isso, de difícil compreensão.

De qualquer forma, é preciso que tenha em mente, as fronteiras destes incentivos tão fundamentais. Se cair no exagero, na tentação de transformar o seu filho num “génio”, pode correr o risco de anular todos os êxitos conseguidos até aí.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]