Conheça melhor as regras de etiqueta da arte de saber conversar

69690
A arte de saber conversar
A arte de saber conversar

Saber conversar, não é apenas deitar palavras fora, para os outros ouvirem. Acima de tudo, é importante saber o que dizer na altura certa e no momento exacto.

Regras de etiqueta do saber conversar

Ouvir e saber exprimir o seu ponto de vista, através de uma linguagem clara e acessível, a todos os que o rodeiam. O social passa também por esta forma estruturada, composta por regras linguísticas, que determinam a arte do saber conversar.

Não se deve dizer esta ou aquela palavra, porque é gira ou fica bem. O importante é saber traduzir a ideia por uma ou várias palavras, de forma a que o outro interveniente no processo comunicativo, saiba perfeitamente o que pretendemos transmitir.

A repetição constante de palavras, o recurso ao calão ou a adjectivos demasiado pomposos, não favorecem a sua postura comunicativa.

O fundamental é que sejamos entendidos e, que percebamos a mensagem do outro interveniente na conversa.

Saber Ouvir

Saber falar é importante, mas saber ouvir também o é. A conversa torna-se dinâmica, quando todas as pessoas têm a possibilidade de expor o seu ponto de vista. Nunca interrompa quando o outro fala, deixe-o terminar a sua exposição de ideias. Deve olhar para a pessoa que fala em sinal de interesse e, em sinal de possivel concordância com aquilo que a mesma evoca.

O bom conversador é aquele que sabe orientar correctamente a conversa, definindo o seu fio condutor. Cuidado, pois se não perceber o que alguém disse, não pronuncie o típico, “Hã” ou “O quê?”. Seja educado e diga um simples, “Como?” ou um “Desculpe, não percebi o que disse.”

Etiqueta para receber em casa

Em casa, se receber pessoas, saiba quais os gostos das mesmas, para que posssa proporcionar momentos agradáveis. Como anfitrião deverá dar atenção, a todas elas.

Se os seus convidados forem muitos, e se a mesa estiver com muitas pessoas, converse apenas com as pessoas que estão ao seu lado, pois conversar para a outra ponta da mesa, não significa boas maneiras.

O humor na conversa

O humor é também um momento importante. Mas, deve saber quando é altura apropriada para o mesmo actuar. Uma anedota ou uma história engraçada quebra o formal do encontro mas, tem que se ter a noção quando é hora para terminar com o desfile de piadas.

Da mesma forma não deve quebrar o ambiente, dizendo “Ah! Essa já conheço”. Esta afirmação corta totalmente o ênfase da piada, provocando uma ausência generalizada da expectativa.

Como homenagear um convidade

Quando se pretende homenagear um convidado, deve informar os outros convidados do que pretende. Não exagere na demonstração da sua admiração, por esse homenageado. As gafes devem ser devidamente disfarçadas.

Apesar de ser um embaraço, deve fazer o seu ar mais teatral do mundo, emendando de seguida o que disse, ou tomando essa gafe como ponto de partida para outra conversa.

Como selecionar os temas de conversa

Os temas a abordar devem ser generalidades. Se não conhecer bem as pessoas, evite falar de dinheiro, de assuntos pessoais, questões políticas ou profissionais. Não se comenta o aspecto físico de uma pessoa ou a sua roupa, a menos que seja para a elogiar. Ainda assim, os elogios exagerados soam a falso e não caem bem.

O quebrar do silêncio, é um das coisas importantes na arte de saber conversar. Levante uma pergunta, por mais banal que possa parecer, de forma a quebrar o amargo silêncio que se instalou.

Saiba e aprenda a lidar com todas as situações, de forma educada, subtil e correcta. Tenha bem presente que a arte de saber conversar, não se aprende nos bancos da escola, mas sim no cenário real do social.

Classificação
A sua opinião
[Total: 3 Média: 4.7]