As plantas de interior na decoração do seu apartamento

113303
As plantas de interior na decoração

Uma boa forma de tornar o nosso apartamento mais convidativo e relaxante é trazer um pouco da beleza da natureza exterior, utilizando as plantas de interior,  para o aconchego do nosso lar.

Este artigo dedicado à decoração de apartamentos vai-se centrar nesse pormenor tão importante que são as plantas de interior, pormenor esse que pode marcar a diferença entre um apartamento alegre e vivo e um apartamento enfadonho sem focos de interesse.

Benefícios das plantas de interior

É preciso ter em conta que a decoração da nossa casa não se deve restringir unicamente à organização de móveis, pintura de paredes ou escolha de acessórios decorativos como cortinas ou almofadas.

As plantas interiores que mantemos nos nossos apartamentos são uma excelente opção decorativa e podem transformar radicalmente o ambiente de qualquer divisão.

Para além de melhorarem a própria qualidade do ar no interior do nosso apartamento, também contribuem para o nosso bem-estar e estado de espírito, ao mesmo tempo que são uma excelente e saudável ocupação para os nossos tempos livres.

De fácil aquisição e, na maioria dos casos, de fácil manutenção, as plantas exigem, como em qualquer elemento da decoração, um planeamento cuidado e a busca de informação necessária para lhes podermos proporcionar as melhores condições possíveis.

Antes de proceder à sua aquisição devemos ter em conta que tipo de planta pretendemos (fácil ou de manutenção mais exigente), o local em que vai ser mantida (acesso a muita ou pouca luz) e os ocupantes e função da divisão em causa (se animais ou crianças terão acesso à planta, por exemplo).

Manutenção das plantas de interior

As necessidades das plantas interiores são muito básicas, necessitando apenas de água, luz e uma excelente nutrição, bom solo e fertilização. Em relação à iluminação, é preciso ter em conta o local do apartamento onde a planta será colocada.

Plantas de folhagem mais escura precisam normalmente de menos luz, ao contrário de plantas que tendem a florir, mais exigentes em relação à exposição da luz natural. As dracaenas são um excelente exemplo de plantas que se adaptam a qualquer tipo de iluminação. Embora nenhuma planta consiga crescer de forma saudável com ausência de luz, muitas conseguem viver com iluminação indirecta, como é o caso da Kentia.

A fertilização das suas plantas de interior deverá ser mais intensa nos meses de Março a Outubro, quando estão em pleno crescimento, reduzindo-se significativamente a rega e fertilização nos meses de Outubro a Fevereiro.

É necessário ter também em atenção a quantidade de água que lhes oferecemos. Evite regar pouco ou regar em demasia. Deixe a terra secar completamente entre cada rega e retire a água em excesso após esta.

Uma excelente dica para manter o brilho e beleza das suas plantas é borrifa-las ocasionalmente, mas tenha sempre em atenção a diferença da temperatura da água em relação à temperatura do seu apartamento.

Sempre que possível reserve a água que irá utilizar nas regas de um dia para o outro, de forma a eliminar o cloro, muitas vezes tão nocivo para as nossas queridas plantas.

Plantas saudáveis

Lembre-se que as plantas podem ainda atrair alguns insectos e podem ser infestadas por pragas, especialmente nos meses mais quentes. Proceda a uma vistoria regular das folhas e caule, de forma a controlar eficazmente doenças ou infecções.

Se for necessário, coloque a planta de quarentena, longe do contacto com as restantes, de forma a não propagar a infecção a plantas saudáveis.

Na decoração de apartamentos podemos sempre incluir algumas plantas de interior que transmitem energia e vivacidade à nossa habitação. No entanto, é necessário ter em conta as suas necessidades e o local em que irão permanecer.

Plantas de interior como begónias, bonsais, orquídeas, dracaenas, kentias, raphis e Chamaedoreas são excelentes escolhas para tornar o seu apartamento mais colorido e relaxante.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]