Tenho um cão, e agora como devo tratar dele?

2241
Tenho um cão, e agora como devo tratar dele?
Tenho um cão, e agora como devo tratar dele?

“Podemos ter um cão?” Seguramente que, ao longo da vida, muitos de nós ouvimos ou fizemos esta pergunta pelo menos uma vez.

Como tratar do seu cão

A ideia de um animal de estimação com quem brincar e que nos faça companhia é, desde sempre, atractiva, tanto para crianças como para os mais crescidos. E a verdade é que um companheiro de quatro patas anima-nos os dias com as suas brincadeiras e a sua presença incondicional.

Mas um animal é um ser vivo e, como tal, exige cuidados para que possa ser o companheiro divertido e constante de longos e bons anos. Ao adoptar um animal de estimação é, portanto, necessário, ter em consideração uma série de elementos, para que o novo amigo que vai chegar à nossa casa tenha uma vida feliz e saudável.

Alimentação adequada

Para que os vários sistemas do organismo funcionem correctamente é essencial uma alimentação completa, capaz de satisfazer a necessidade de nutrientes das células. E isto acontece não só com os seres humanos, mas também com os restantes seres vivos. Assim, ao adoptar um animal de estimação, um factor que será necessário ter em conta será a sua alimentação.

Existe actualmente uma vasta gama de alimentos para animais, mas nem todas possuem a formulação mais adequada. Ainda que os produtos de qualidade superior apresentem um preço mais elevado, apresentam outro tipo de garantia. Uma alimentação adequada em termos nutritivos é um grande passo para garantir ao nosso companheiro uma vida longa e saudável.

Protecção e cuidado

Tal como acontece com os seres humanos, existem várias doenças que podem afectar os animais de estimação. Estes estão particularmente vulneráveis nos primeiros meses de vida, pelo que um adequado protocolo vacinal e de desparasitação pode desempenhar um papel fundamental na sua protecção.

Uma visita ao médico veterinário poderá esclarecer as principais dúvidas no que respeita a este assunto e permitir que se estabeleça o calendário de vacinação adequado ao animal, bem como um plano de desparasitação interna e externa que permite proteger não só o animal, mas todos os que com ele convivem.

Ambiente e educação

A presença de um animal na nossa casa pode mudar a nossa vida. Eles têm os seus hábitos e as suas necessidades. Mas é importante que se estabeleça uma adaptação completa entre dono e animal, pelo que uma educação cuidada no sentido do que o animal pode ou não fazer, bem como a inserção num ambiente que responda às suas necessidades, são essenciais.

Não sabe o que fazer? Existem diversos textos com estratégias e pequenos truques no que à educação de um animal de estimação diz respeito. E, em caso de dúvida, pode sempre pedir conselhos ao médico veterinário.

Identificação

Por vezes, imprevistos acontecem. E, no caso de um animal de estimação se perder ou, de alguma forma, desaparecer, é importante ter uma forma de o localizar. Na situação de um animal perdido, a presença de um microchip permite aceder aos dados relativos aos seus donos.

Um compromisso para a vida

Ter um animal de estimação é assumir um compromisso para com esse companheiro durante os anos da sua vida. A alimentação e o cuidado que eles merecem são da responsabilidade do dono. Em troca, eles oferecem-nos alegria e devoção incondicionais. Por isso, nunca é demais reforçar esta ideia: os nossos animais de estimação são seres vivos, como nós.

Não devem e não podem ser simplesmente descartados quando se tornam inconvenientes. Se for de férias, ou se precisar de se ausentar por alguns dias, existem várias opções, desde pedir a ajuda de um amigo a deixar o animal numa instalação adequada durante o período de ausência. O abandono nunca deve ser uma opção.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]