Deu-la-Deu Martins, heroína de Monção

0
4487

Defendeu a vila de Monção da invasão espanhola e a ela é dedicado o brasão de Monção. Lenda ou realidade, Deu-la-Deu Martins é uma figura conceituada e que ficou para sempre na História de Portugal.  No século XIV Monção foi cercada pelos soldados de Castela em virtude da guerra que decorria entre D. Fernando de Portugal e Henrique II de Castela. É desta altura que data a lenda de Deu-la-Deu Martins, mulher do capitão-mor de Monção, Vasco Gomes de Abreu.

Após um longo cerco às muralhas de Monção, a fome reinava no interior da fortaleza, e começavam os habitantes a pensar em rendição. No entanto, Deu-La-Deu manda recolher o pouco trigo que existia pelas cercanias e manda cozer alguns pães. Lançando-os aos galegos, depressa a estratégia teve um efeito devastador nas hostes inimigas que julgaram estar a fazer um cerco a uma vila onde reinava a abundância.

Figura histórica ou simples lenda, o que é certo é que muitos reclamam ser seus descendentes e em sua honra foi erigida a estátua que adorna a Praça de Deu-la-Deu, supostamente mandado construir pelo seu bisneto. Também o brasão da vila ostenta a figura da nobre mulher a distribuir pães do alto da fortaleza.

O concelho de Monção tem uma área aproximada de 223Km, e é o mais populoso do Vale do Minho com cerca de 22 mil habitantes. Confina com a Galiza e os concelhos de Melgaço, Valença, Arcos de Valdevez e Paredes de Coura. Dista 120Km do Porto, 60 Km de Braga, 70Km de Viana do Castelo, 14Km de Valença, 23Km de Melgaço, 35 Km de Arcos de Valdevez e 30 Km de Vigo

Classificação
A sua opinião
[Total: 2 Média: 4.5]
Partilhar