Inicio Lazer Anedotas Reacções mundiais à morte de Lady Di

Reacções mundiais à morte de Lady Di

Anedota - só para rir
Anedota - só para rir

JORNAL INGLÊS: Um acontecimento trágico sobressaltou hoje a Grã-Bretanha: Lady Di e o seu companheiro multimilionário sofreram um acidente fatal. Todo o Reino Unido lamenta a morte da sua querida Princesa. O primeiro-ministro demitiu-se.

JORNAL ALEMÃO: O povo alemão expressa o seu profundo pesar pelo trágico acidente e chama a atenção para o facto do automóvel de marca Mercedes ter ficado quase intacto.

Um porta-voz da indústria automóvel alemã referiu que se a estrada tivesse sido construída de acordo com as normas alemãs o acidente nunca teria acontecido.

JORNAL FRANCÊS: Um profissional francês do sector da hotelaria, Jean-Pierre Lardel, sofreu um fatal acidente de trabalho, quando conduzia um casal de estrangeiros que não falavam francês. Jean-Pierre era um marido carinhoso e dedicado, pai de duas crianças, uma pessoa generosa, e amigo de todos.

O Presidente Chirac decidiu conceder-lhe a Legião de Honra a título póstumo. Quanto à rapariga inglesa e ao seu namorado árabe, ambos morreram no carro de fabrico alemão.

JORNAL ISRAELITA: Uma tragédia terrível abateu-se hoje sobre a Família Real Britânica. Lady Di morreu num aparatoso acidente de automóvel. O corpo de um suspeito árabe foi encontrados junto com o corpo da Princesa.

As autoridades investigam todas as pistas e as primeiras conclusões apontam para envolvimento de grupos iranianos. O terrorista suicida era proveniente do Egipto e a sua identidade continua mantida em segredo enquanto decorrerem as investigações.

. pub .

Felizmente não há baixas israelitas a lamentar. Entretanto, e como medida preventiva, o Ministério da Segurança decidiu tomar medidas preventivas contra as autoridades palestinianas e fecharam as fronteiras com os territórios autónomos.

TV DA JORDÂNIA: O Presidente Arafat apelou à realização de uma conferência internacional para debater o fim da expansão sionista nos territórios ocupados e todos os actos de violência de qualquer das partes, referindo-se ao envolvimento israelita no brutal assassinato da Princesa Diana.

JORNAL DO HEZBOLLAH: Um comando sionista assassinou brutalmente um multimilionário muçulmano e a sua namorada convertida ao Islão. A ação, perpetrada pela Mossad, pretendia acabar de ver com a frutuosa relação entre o mundo árabe e a família real britânica.

Na ação dois guerrilheiros do Hezbollah ficaram ligeiramente feridos e um barco patrulha israelita foi afundado. Sete soldados (de ocupação) israelitas foram dados como mortos.

TV PORTUGUESA (SIC): Grande escandaleira na família real britânica! Fontes bem informadas garantem que a Princesa estava grávida no momento do acidente! O motorista conduzia embriagado e o carro tinha faltado à última inspeção periódica!

O namorado da princesa era amigo de negociantes de armas! Nesta edição poderá ver uma entrevista exclusiva com o único sobrevivente do acidente e ouvir os comentários de D. Duarte sobre toda este escândalo!

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]
Exit mobile version