Hipnose, a cura pelo sono

0
3699

A hipnose é um estado mental de sono que pode ser provocado por outra pessoa, e cujo expoente máximo é aquilo a que chamamos de sonambulismo.

Para que se possa compreender melhor do que estamos a falar, a hipnose é muito semelhante ao sono que realizamos durante a noite, ainda que este seja um sono fisiológico, e a hipnose se caracterize por ser um sono de cariz psicológico

O sonambulismo é muito diferente do chamado estado de hipnose. No primeiro caso, que ocorre durante a noite enquanto se dorme, a pessoa sonâmbula caminha pela casa, prática tarefas e depois volta a deitar-se. Nunca se recorda de nada, e estas acções são feitas inconscientemente sem estarem a ser dirigidas por ninguém.

A hipnose é totalmente diferente do caso que anteriormente se demonstrou. Existe um hipnotizador e um hipnotizado, e este último faz aquilo que o hipnotizador lhe propõe. O hipnotizado, nesse momento, está como que acordado e meio adormecido ao mesmo tempo, embora posteriormente não se recorde do que se passou naquele período de hipnose. Este esquecimento é só posterior à hipnose, porque durante esse estado a pessoa age e fala como se estivesse acordada. O hipnotizador é quem comanda a situação a fim de resolver problemas psicológicos, distúrbios na área da odontologia e da medicina.

Todavia, a Hipnoterapia não é só hipnose. A ela está intrinsecamente ligada a psicanálise, e aos métodos inerentes ao pai desta área-Freud. Ainda que a hipnose permita alcançar o inconsciente, esse alcance de nada adianta se não conseguir lapidá-lo e limar as arestas dos seus problemas. A mente comanda todas as acções, mas é no inconsciente que essas atitudes e pensamento se formam. Daí que haja necessidade de atingir a essência com a hipnose, para depois compreendê-la e atingir os seus conteúdos com a psicanálise.

Por isso, a hipnose em si não é terapia, pois ela necessita sempre da psicanálise. Durante a hipnose podem surgir estados inexplicáveis e distorcidos do comportamento normal da pessoa, que o terapeuta deve saber explicar e compreender. A Hipnoterapia é também denominada por Regressão, exactamente porque em estados passados pode estar a causa de um problema presente.

O social e a psicologia do organismo interferem no indivíduo, indiferentes ao seu desejo e à sua vontade. Logo, a Hipnoterapia actua nessas duas áreas através da psicanálise e da hiponose. A Hipnoterapia pode ser muito eficaz em tratamentos de problemas de tabagismo, fobias, dores crónicas, alcoolismo, auto estima, problemas sexuais, dermatologia, controlo da dor, psiquiatria, bruxaria, doenças psicossomáticas, problemas de memória, entre tantos outros que aflijam o indivíduo.

A Hipnoterapia envolve o indivíduo de tal forma, que este fica completamente apto para que o trabalho do hipnotizador possa ser realizado com exactidão. Procure esta medicina alternativa para qualquer problema psicológico, odontológico ou do âmbito da medicina, que a possa estar a perturbar. Encontrará nesta “terapia do sono”, a resposta para as suas dúvidas e perturbações internas.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]
Partilhar