Aplicações dos Óleos Essenciais

0
1113

Sabendo que os óleos essenciais podem ser aplicados de diversas formas, hoje vamo-nos restringir aos banhos e compressas aromáticas, aos desodorizantes e purificadores do ar, e aos perfumes e colónias.

As aplicações dos óleos essenciais são várias, passando pelas massagens aromáticas, até às inalações com óleos essenciais. Todavia, vamos falar apenas aqui de apenas quatro dessas aplicações: os banhos aromáticos, as compressas aromáticas, os desodorizantes e purificadores de ar, e os perfumes e colónias.

Os Banhos Aromáticos com óleos essenciais são altamente terapêuticos, em especial nos casos de lesões e dores musculares, problemas de circulação, pele irritada, insónias, e fadiga. Uma parcela do óleo essencial adicionado vai aderir à pele quando entrar no banho, o calor da água vai acelerar ainda mais esta absorção. Porém, e durante o banho aromático, o óleo pode também ser ‘infiltrado’ através da inalação. Assim, além da absorção cutânea, pelo banho aromático, a pessoa usufrui também da inalação dos vapores libertados.

O ideal nestes casos é a pessoa encher a banheira com água morna e adicionar 6 a 10 gotas totais de óleo essencial, ainda antes de entrar para o banho. Relaxe durante 10 minutos, sensivelmente, com as portas e janelas encostadas, mas nunca totalmente fechadas. Atenção às peles mais sensíveis: nestes casos, deve diluir o óleo em 2 colheres de sopa de óleo vegetal ou em leite gordo, e só depois adicioná-lo à água morna da banheira.

As Compressas Aromáticas são outras das aplicações dos óleos essenciais. Estas compressas são panos ou gases embebidos numa mistura de óleo essencial, óleo vegetal e água. Ao serem aplicados na zona que se pretende são bastante eficazes no alívio das dores, de inchaços e na redução de inflamações. É conveniente saber que existem 2 tipos de compressas: as quentes, com água quente, e as frias, com água fria.

As compressas quentes acalmam lesões antigas, dores musculares, dores menstruais, quistos e problemas de pele. As compressas frias são feitas com água fria, sendo indicadas para entorses recentes, inchaços, contusões, dores de cabeça e febre. O método é simples: misture 2 a 4 gotas de óleo essencial com uma colher de sopa de óleo vegetal e adicione a 1 litro de água. Embeba um algodão com esta mistura, torça ligeiramente para retirar o excesso do líquido, e aplique a compressa no local afectado.

Os Desodorizantes e Purificadores de ar servem, como o nome indica, para limpar e purificar o ar. As propriedades anti-sépticas, anti-viróticas, e anti-bacteriológicas dos óleos essenciais proporcionam que os mesmos possam agir como desodorizantes e purificadores do ar. Assim, se quiser recorrer aos pulverizadores terá que utilizar um recipiente de cerâmica, e diluir 12-15 % de óleo essencial em álcool 70º.

Após esta operação, agite bem e verta a mistura para o pulverizador. Basta adicionar 2-3 gotas de óleo essencial a uma taça de cerâmica com água e colocar em cima de uma lareira, perto de uma janela ensolarada ou sobre um aquecedor. À medida que a água entra em ebulição vai-se evaporando pelo ar envolvente, arrastando consigo os vapores libertados pelos óleos essenciais.

Finalmente, os Perfumes e Colónias. Os perfumes preparam-se a partir da mistura entre 15 a 25% de óleos essenciais em álcool puro, deixando-os repousar durante 15 dias, no mínimo, num local bem escuro. Posteriormente, é só filtrar e o perfume está pronto a ser usado. Já as águas de colónia são misturadas de 12 a 15% de óleos essenciais em álcool 70º.

 

Como pode constatar, as aplicações dos óleos essenciais são várias, já para não falarmos no poder que exercem nas massagens ou no que compete à eficácia da inalação. Do que está à espera para experimentar?

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]