Atenção à data de validade dos seus cosméticos

0
8344

A maquilhagem, assim como outros produtos de beleza, não duram eternamente. Eles têm uma data de validade do cosmético que convém respeitar.

Produtos com data de validade expirada podem causar irritações e até alergias muito graves, pois a validade refere-se, essencialmente, ao conservante, ingrediente que evita a proliferação de fungos e bactérias nos produtos de cosmética.

Quem vende cosméticos e mesmo quem os compra deve ter em atenção estas questões, tanto em termos informativos como legais.

A mulher adora comprar, ser presenteada e aplicar todos os produtos de cosmética. Poucas são aquelas que resistem a produtos que promovam o bem estar e prometam manter a juventude, a beleza e a saúde. Mas é necessário ter muita atenção aos detalhes tão importantes, como a data de validade do cosmético, antes de adquirir um produto de beleza e/ou aplicá-lo em si própria

Data de validade dos cosméticos

O prazo de validade de um produto de beleza é muito importante, tal como na alimentação um produto fora de prazo pode ser prejudicial para a saúde.

O que nem toda a gente sabe é que os produtos de maquilhagem, cremes, champôs, perfumes, etc. têm que respeitar as normas e apresentar prazos de validade. Mas, não é só a validade de um cosmético que o torna apto para ser utilizado, se não forem tomados os cuidados de higiene e utilização adequados e necessários, por incrível que pareça, os produtos de cosmética que nos ajudam a ficar mais belas podem tornar-se perigosos para a nossa saúde.

Por isso, para que um creme, ou um batom mantenha as suas propriedades inalteráveis para ter o efeito pretendido, é necessário estar em boas condições de armazenamento e dentro da data limite de validade.

Cuidados com os produtos de cosmética:

  • Manter as embalagens bem fechadas, num lugar seco e longe do sol.
  • Não emprestar os produtos a outras pessoas, principalmente maquilhagem de olhos e batons. A profissional deve aplicar sempre os produtos com pincéis e limpá-los antes de os usar noutra pessoa.
  • Lavar sempre as mãos antes de usar qualquer produto, caso seja aplicado com as mesmas.
  • Afiar sempre os lápis de olhos e contorno de lábios, para limpá-los, no caso da profissional, entre cada pessoa a maquilhar.
  • Os perfumes devem ser guardados em lugares escuros e longe das humidades.
  • Os cremes devem ser guardados num lugar fresco e longe do sol.
  • Em viagem, levar apenas os produtos imprescindíveis.
  • Não deixar maquilhagem dentro do carro e em lugares expostos a altas temperaturas.
  • Evitar guardar a maquilhagem na casa-de-banho. A humidade pode causar contaminação por fungos.
  • Usar uma espátula para retirar o creme da embalagem. O contacto do creme com os dedos pode contaminá-lo.
  • Ler sempre as embalagens ou folhetos explicativos. Normalmente têm dicas para conservação.
  • O ideal é manter os produtos à temperatura ambiente. Mas, se estiver num lugar muito quente, colocar os produtos no frigorífico, dentro das embalagens e de sacos de plástico.
  • Antes de aplicar os produtos, lavar bem o rosto para tirar qualquer impureza.
  • Fazer uma revisão periódica dos cosméticos para verificar se algum deles está com o prazo de validade vencido. Se estiver eliminá-los.
  • Não comprar cosméticos em sítios que têm condições inadequadas de armazenamento (por exemplo feiras), que têm ausência de garantia, factura e inexistência de registo junto do ministério da saúde.

Como evitar uma infeção

Encostar um dedo no creme é o primeiro passo para contaminá-lo. Os produtos de limpeza da pele têm nutrientes e água na sua formula e são um óptimo habitat para o desenvolvimento de micróbios. Se houver pequenas lesões na pele os gérmens do produto contaminado invadem o organismo.

As bactérias demoram cerca de 20 minutos para se multiplicarem num creme, já os fungos que são mais lentos, levam em média 5 a 7 dias para formar uma colónia.

Através de um cosmético contaminado, os micro orga­nismos invadem o nosso corpo penetrando por micro lesões existentes na pele. Esses micro organismos podem infectar desde a camada superficial da pele até as mais profundas, causando uma inflamação. Alguns micro organismos atacam as glândulas sudoríparas sebáceas e até os folículos pilosos, que dão sustentação aos pelos da pele.

Além da água que muitos cremes utilizam, as proteínas, extractos de plantas, vitaminas, aminoácidos e sais minerais presentes na fórmula dos cosméticos tornam-se um verdadeiro banquete para os micróbios.

A medida mais eficiente para evitar a proliferação dos micróbios é lavar as mãos antes de usar qualquer produto de beleza ou higiene e utilizar uma espátula, que deve ser limpa sempre depois da aplicação do produto.

Nos produtos que encontramos á venda devemos sempre optar por aqueles cuja embalagem evite o contato dos dedos com o creme, de modo a assegurar a higiene e a preservação do produto de cosmética.

O próximo passo a fazer uma operação de limpeza aos seus cosméticos.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]