Dia da Espiga, celebra-se na quinta-feira da Ascensão

0
515

O dia da espiga iniciava-se com a missa, e no momento da Consagração, alguns rapazes escolhidos para o efeito, libertavam, do coro, andorinhas que esvoaçavam pela igreja e o sacristão lançava pétalas de rosa sobre o altar.

Dia da Espiga

Em tempos, este dia era feriado e muito respeitado por todos. Muitas pessoas, para evitarem trabalhar nesse dia, reforçavam a ração dos animais e cozinhavam de véspera. Tratava-se de uma festa rural, ligada à Primavera.

A festa de Ascenção é também a comemoração da subida de Cristo ao Céu, fechando um ciclo de quarenta dias que se abriu pela Páscoa.

O dia iniciava-se com a missa, e no momento da Consagração, alguns rapazes escolhidos para o efeito, libertavam, do coro, andorinhas que esvoaçavam pela igreja e o sacristão lançava pétalas de rosa sobre os altares.

Após a missa, os jovens juntavam-se e iam recolher ramos de espigas a que se juntavam flores silvestres como malmequeres, rosmaninho e papoilas. Segundo a lenda, estes raminhos, deviam ser guardados junto de um pão até ao ano seguinte, altura em que eram renovados, de forma a dar sempre fartura na casa e o pão não tomava bolor.

Entre o povo, havia a crença de que em certo momento da Missa, as folhas das oliveiras se cruzavam. Era a chamada “Hora”.

Em muitas localidades, este dia é feriado. Acontece assim em Ansião, na Beira Litoral, em Alcobaça e no Ribatejo. Na Chamusca, este dia é de festa rija, com entrada de touros pela vila, e à tarde a Corrida da Ascenção, na praça de touros.

Em todas as festas não pode faltar a música e o folclore, que se seguem a lautos piqueniques, junto a rios, como o Alviela.

Se não pode juntar-se a eles, então pelo menos não esqueça o dia da Espiga e adquira um raminho silvestre, coloque um pão pequeno junte dele e veja o que acontece para o ano.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]