Mulheres ao Ataque

0
1095

O que fazer em caso de assalto? Assaltos, raptos são algumas palavras que nos causam um arrepio na espinha… Estas são, sem dúvida, situações que todas nós procuramos evitar. Mas, nem sempre, isso é possível.

Aqui ficam algumas dicas que a podem ajudar a enfrentar este tipo de situações…

 

Prestar atenção a tudo o que a rodeia

Esta é a primeira regra de ouro. De nada vale a pena saber mil e uma maneiras de dar pontapés ou murros, se não se mantiver atenta.

A principal estratégia de um criminoso é a vantagem da surpresa. Estudos demonstram isso mesmo: as principais vítimas são aquelas que se encontram mais “distraídas”. Por isso, nunca é de mais manter os olhos bem abertos.

Use o seu sexto sentido

Confie no que o seu instinto lhe diz. Se, por exemplo, uma pessoa desconhecida não lhe inspira confiança ou se sente desconfortável em determinada situação, o melhor é mesmo tentar proteger-se. Pode não ser nada, mas lembre-se que o seguro morreu de velho…

Frequente, se puder, um curso de defesa pessoal

Já existem cursos preparados, especificamente, para mulheres. Procure informar-se sobre eles. Escolha um que inclua simulação de assaltos, de maneira a pôr em prática a teoria aprendida. Evite cursos de artes marciais, a não ser que esteja interessada em aprender técnicas tradicionais e preparada para um compromisso a longo termo.

Fugir é sempre a melhor opção

Se a tentarem meter num carro ou levá-la para um beco, faça tudo para resistir. Apesar da obediência parecer a melhor solução, a verdade é que pode ser bem pior. Por isso, fuja, grite, peça socorro ou atire uma pedra contra uma janela. Faça tudo o que lhe passar pela cabeça para chamar a atenção de alguém. Se é a sua carteira ou outro objecto o alvo do assalto, fuja e atire para as coisas para o chão.

Ao ataque

Existem situações em que o recurso ao contacto físico é inevitável. Quer tenha ou não um curso de defesa pessoal, você pode e deve atacar, de maneira a se defender. Não deixa que a idade ou condição física a impeçam … Lembre-se que você tem o direito moral e legal de o fazer. E não pense que ele pode atacar com mais fúria. Estatísticas demonstram, aliás, que as hipóteses de sucesso são maiores. Ataque de forma rápida e de surpresa. Os olhos devem ser o primeiro alvo a atingir.

Sprays

Nem sempre são uma boa escolha… Sabia que estes produtos não têm os mesmo efeitos em todas as pessoas? Nunca dependa de nenhuma arma de ataque para parar um criminoso. Confie antes em si mesma, no seu corpo e nos seus punhos.

Proteja a sua casa

Nunca abra a porta a estranhos. Tenha também, em sua casa, uma sala na qual se possa refugiar em caso de assalto. Nela deve ter um telefone (de preferência celular) e um spray ou extintor. Uma porta blindada também é um meio eficaz de protecção.

De carro

Sempre que estiver a conduzir, tranque as portas do seu automóvel e mantenha as janelas fechadas. E lembre-se que a maioria dos assaltos ocorrem à noite, em cruzamentos ou perto de uma zona de semáforos.

Quando viajar

Caso esteja hospedada num hotel, nunca abra a porta a desconhecidos, a não ser que estes estejam correctamente identificados como funcionários desse estabelecimento hoteleiro.

No ciberespaço

 

Também aqui já chegaram os crimes… Por isso, use sempre um nickname e nunca revele dados pessoais como a morada ou número de telefone. Mantenha-se, ainda, atenta a fraudes e outros problemas de segurança.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]
Partilhar