Descubra as regras do uso da Aromaterapia nas crianças

0
2436

A Aromaterapia, indicada para qualquer pessoa, é um tratamento natural que se adequa não só aos adultos como também ás crianças. Descubra as regras para o uso da Aromaterapia nas crianças.

As formas naturais de tratamento são métodos a partir dos quais as crianças respondem com muita receptividade, e a Aromaterapia não é excepção. Todavia, é necessário cumprirem-se todas as regras de segurança básicas quer seja em bebés ou em crianças.

Além da medicina convencional, a medicina alternativa é também uma forma de prevenir determinados problemas que, com tanta frequência, ocorrem nos primeiros anos de vida. As massagens aromáticas, os óleos essenciais em banhos aromáticos, difusores e queimadores de óleos essenciais, são formas de prevenção de doenças.

A aromaterapia nas crianças

A reacção das crianças a qualquer uma destas técnicas é muito favorável. O combate eficaz a determinadas infecções está garantido com a Aromaterapia, principalmente se nos estivermos a referir a gripes ou a constipações.

Para golpes, feridas, lesões de pouca importância, queimaduras, entorses, ou picadas de insectos, a Aromaterapia é também um tratamento de utilização muito útil. Porém, e para que o tratamento corra da melhor forma, existem determinadas regras de segurança que devem ser meticulosamente cumpridas.

Assim, fique a saber que só os óleos de alfazema e tea-tree podem ser usados diretamente sobre a pele. Todo os restantes óleos devem ser diluídos em óleo de amêndoas doces ou leite gordo, numa diluição de 1-2%, antes de se aplicarem sobre a pele em massagens ou banhos aromáticos.

Os adultos nunca devem deixar uma criança sozinha fazer inalações de um difusor, queimador de óleos essenciais ou de qualquer recipiente com água a ferver para a dispersão de óleos essenciais. Convém ter bem presente que os óleos essenciais nunca são administrados por via oral, quer sejam diluídos ou não.

Outro pormenor a que deve ter atenção: as inalações devem começar a ser feitas por períodos de 30 segundos, aumentando progressivamente para 1-2 minutos. É importante ter presente que a Aromaterapia não é a solução para uma doença mais grave que o seu filho apresente. Neste caso, o correto é consultar um bom fisioterapeuta.

Recorrer á aplicação da Aromaterapia nas crianças é um bom tratamento natural para prevenir doenças menos graves ou infecções, mas nunca se esqueça de ter bem presente as regras de segurança básicas.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]