Saiba o que deve comer antes de cada treino no ginásio

0
3973

O que deve comer antes, durante e após a prática de exercício físico são fundamentais tanto para os resultados obtidos, como para o conforto que irá ter durante e pós exercício.

De forma a tirar o maior proveito possível do seu treino é aconselhável que coma alimentos que lhe forneçam bastante energia para suportar a intensidade e exigência desse mesmo treino.

Sabemos que para quem prefere fazer exercício logo pela manhã, nem sempre apetece tomar um pequeno-almoço reforçado. Ou então para quem apenas dispõe da hora de almoço para se exercitar e que pouco tempo lhe resta para um almoço conveniente. Embora uma alimentação apropriada possa parecer uma tarefa difícil, a verdade é que é fundamental que se alimente corretamente para atingir os seus objetivos de treino.

Por esta razão, seguem-se algumas orientações em relação ao que deve comer antes de iniciar a prática do seu exercício.

Quando comer

Exercitar-se com um estômago cheio pode não ser o ideal, pois o alimento que permanece no estômago durante o treino pode causar dores, náuseas e cólicas. Para se certificar de que você tem energia suficiente, mas reduzir o desconforto no estômago, deve permitir que a digestão seja feita antes do início do treino.

Tenha sempre em mente que o que come antes de um treino deve também estar diretamente relacionado com os seus objetivos, com a sua fisionomia e com o volume e a intensidade deste. No caso de preferir praticar o seu exercício físico logo pela manhã, então a melhor opção é optar por tomar um pequeno-almoço ligeiro e de fácil digestão, cerca de uma hora antes de iniciar a prática de exercício.

É fundamental que o seu corpo tenha tempo para absorver e digerir todo o alimento que consumiu, transformando-o posteriormente em energia que irá utilizar no seu treino.

O que deve comer antes do treino

Porque a glicose é a fonte de energia preferida para a maioria dos exercícios, uma refeição pré-exercício deve incluir alimentos que sejam ricos em carboidratos e que seja ao mesmo tempo fácil de digerir.

Ginásio de manhã:

É muito importante fazer uma refeição para compensar o jejum noturno e evitar uma quebra de glicémia.

Existem várias possibilidades de refeição: uma barra de cereais, uma sanduíche de pão integral ou uma taça de flocos com iogurte magro. Outra alternativa é papa de aveia com mel e canela. Tem um valor calórico baixo, não tem gordura e possui um hidrato de carbono de elevada qualidade.

A seguir ao treino da manhã deve voltar a fazer uma pequena refeição. Duas tostas e uma peça de fruta ou uma das opções anteriormente sugeridas para o pequeno-almoço são uma boa opção.

Ginásio antes do almoço:

As barras de cereais são um excelente alimento para quem treina antes do almoço ou ao final da tarde. Combine-a com um iogurte ou substitua-a por uma fatia de pão, de preferência escuro. Pode acompanhar com queijo magro ou pouca manteiga.

Após o treino, não tenha receio – deve fazer um almoço normal. Comece com uma sopa de legumes e, de seguida, escolha um prato que combine uma fonte de hidratos de carbono (massa, batata, arroz) e outra de proteínas (carne, peixe, ovo).

Se não tiver muita fome pode optar por uma salada, desde que contenha milho, grão ou outro hidrato de carbono. Termine com uma peça de fruta.

Ginásio à tarde:

Se for ao final da tarde, faça um pequeno lanche antes do treino. Ao sair do ginásio, recorra às barras de cereais ou a outro mini-lanche, a não ser que o final do treino coincida com a hora do jantar.

Nesse caso, opte por uma sopa e um pedaço de pão ou uma peça de fruta. Um copo de leite acompanhado por tostas é também uma boa opção. Não convém comer muito, especialmente se pretende deitar-se logo a seguir.

Importante:

Se optar por ingerir antes do exercício uma menor quantidade de carboidratos, então o aconselhável é que compense depois de terminar o treino.

Alguns estudos efetuados por especialistas sugerem que: se pretende perder gordura, deve comer só depois do treino. Segundo estes especialistas, desta forma o seu corpo irá utilizar uma maior quantidade de gordura como “combustível” para fazer o seu treino. Esta é uma sugestão a ter em conta para quem gosta de se exercitar logo pela manhã bem cedo, embora na nossa opinião deva dar preferência a uma refeição antes.

Para quem gosta de se exercitar na pausa do almoço, não aconselhamos que “salte” o almoço, pois é uma das refeições principais do dia. Lembre-se sempre que a prática de exercício e uma alimentação saudável são dois poderosos aliados!

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]