O excesso de Peso e o Cancro

0
1429

As pessoas cuja dieta é rica em gorduras têm um risco aumentado para cancro do cólon, do útero e da próstata. Por outro lado, a falta de actividade física e o excesso de peso, são factores de risco para cancro da mama, do cólon, do esófago, dos rins e do útero.

O excesso de peso está associado a 14 por cento das mortes por cancro nos homens e 20 por cento nas mulheres.

A obesidade está associada ao aumento de risco de cancro, os erros alimentares são a principal causa associada ao cancro.

Excesso calórico, desequilíbrios e más opções nutricionais estão por detrás desta realidade e a solução é só uma: perder os quilos a mais.

Uma redução do seu peso, aproximando-o dos valores normais para a sua estatura é uma das decisões com maior impacto na sua esperança de vida dizem os especialistas.

A principal regra é a diversidade e a variabilidade. Prefira o peixe e a carne branca, evite a carne vermelha e se a consumir retire toda a sua gordura visível, evite o álcool pois este é quimicamente semelhante ao açúcar e, o açúcar é, depois da gordura, o alimento mais rico em calorias.

Além disso, o corpo assimila o álcool como se tratasse de um veneno.  Naturalmente o corpo necessita de livrar-se o mais rapidamente possível do veneno e, por isso, dá preferência à decomposição do álcool. Tudo o resto, fica para depois.

Mas o álcool não só engorda, como também provoca cancro e quando conjugado com o tabaco a sua grande vítima é o fígado mas não é a única.

O conselho dos especialistas é evitar a ingestão de bebidas alcoólicas. Caso opte por ingerir, faça sempre em quantidades reduzidas.

Se reduzir a ingestão calórica e aumentar a actividade física sentir-se-á melhor e estará a proteger o seu corpo de malefícios como o Cancro.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]