Combater a Obesidade

0
832

A origem da obesidade é algo discutível. As suas primeiras aparições remontam há muito tempo atrás, e o seu tratamento implica esforços e uma grande força de vontade pela parte do doente em questão.

As alterações do metabolismo tornam-se evidentes e surgem as inevitáveis complicações, quer por causa de um consumo superior de calorias, quer devido a consequências genéticas.

O processo de conduzir o individuo a um peso equilibrado e saudável, é um mecanismo que leva algum tempo e que é de uma dificuldade extraordinária. Habitualmente, a tarefa de combater a obesidade parece ser bem alcançada após os primeiros tempos, mas numa média de alguns anos, o fracasso desse aparente sucesso faz-se sentir e verificar abundantemente.

Pela extensa dificuldade em conseguir eliminar de vez tamanho problema, a solução passa acima de tudo por não permitir que a obesidade se instale senão, o seu retrocesso no tempo será quase impossível. Se queremos assim tanto ter uma boa imagem de nós mesmo e fazer com que a mesma agrade aos outros, o esforço e a disponibilidade tem de partir do pseudo doente.

As bases fundamentais para que o nosso corpo feche as portas à obesidade, passa por uma alimentação regular e equilibrada bem como, pelo máximo movimento do nosso corpo. Não é necessário efectuar uma daquelas dietas muito rigorosas, nem tão pouco estar horas no ginásio a suar. A esta circunstância chega-se apenas, quando a situação já parece irremediável pois, até lá, o máximo que deve fazer é seguir as regras da boa alimentação e movimentar-se o mais possível.

A concentração de gordura no nosso organismo passa pelo exagerado consumo de calorias. Hoje em dia, a vida agitada das pessoas, ainda que as mesmas não saiam quase do mesmo sítio, obriga-as a comer muitos fritos, alimentos confeccionados sem o mínimo de cuidado alimentar e uma fraca alimentação, no que diz respeito a grelhados e vitaminas. Estes impulsos desmedidos fazem com que a balança, assinale um peso que em nada lhe irá agradar, bem como que se comece a sentir pesado e a ter dificuldades em se movimentar.

Para além da necessária força de vontade, saiba que deve caminhar muito por dia, mais propriamente uma média de 30 minutos diariamente. Evite as deslocações de automóvel e, de vez em quando, vá para o trabalho a pé ou simplesmente dê uma volta ao quarteirão para esticar e movimentar o corpo. Faça cinco refeições diárias e não ouse, seguir a regra de comer apenas 2 ou 3 refeições de grandes quantidades.

Tente por diversificar ao máximo os produtos que consome para que, o seu corpo possa receber um pouco de todos os alimentos em quantidades equilibradas. Uma boa alternativa são as sopas. Escolha as sopas o mais variadas possivel, com muitos alimentos como hortaliças, feijão, legumes e batatas. Não fazem mal e estará a digerir alimentos variados, que lhe conferem uma alimentação sem calorias e com muitas vitaminas.

Estamos aqui a falar de combater a obesidade e não de dietas de emagrecimento. Estes são os primeiros passos para que a obesidade não a consiga atingir e para que, a sua conduta diária seja positiva e alheia a formas sedentárias, provocadoras de problemas de peso e de gordura.

Comece já amanhã a fazer refeições pequenas, movimente-se bastante e tente fazer um passeio a pé durante 30 minutos, caso o seu trabalho não lhe permita ir pelo seus próprios passos. Se seguir este simples e metódico modelo de vida, você constituirá um barreira instransponível à obesidade.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]
Partilhar