A prisão de ventre , como solucionar este drama

0
4530

A prisão de ventre pode, por vezes, ofuscar a perda de peso. Isto porque as fezes retidas pesam fazendo a pessoa pensar que tem mais peso do que tem na realidade.

Assim, a pessoa que estava a perder peso de repente não perdeu, ou até tem mais, e fica desanimada. Mas se está com prisão de ventre pode ter perdido peso mas isto não se vê na balança porque o peso real da pessoa é aumentado pelo peso das fezes retidas. Por isso, se de repente não perde peso, pergunte a si própria se está com prisão de ventre. Se assim for deve resolver este problema rapidamente.

Causas da prisão de ventre

  • Quando existe prisão de ventre isto pode significar que a digestão dos alimentos foi perturbada de alguma forma e assim, as fezes não se formam com a consistência correta que lhes permite serem expelidas facilmente. Como exemplo podemos referir o mau funcionamento da vesícula, que não segrega bílis adequadamente para que a digestão se faça corretamente, ou uma flora intestinal debilitada.
  • Mas também existem outras razões para a prisão de ventre, tal como não ter horário para evacuar ou não respeitar a vontade natural do organismo, ou os músculos responsáveis pela evacuação não funcionam adequadamente devido ao uso sistemático de laxantes que dão habituação.
  • Falta de fibras solúveis na alimentação e beber pouca água também podem dificultar a formação de fezes volumosas e com a consistência correta, o que provoca a vontade natural de evacuar, e cuja consistência permitem que se evacue com facilidade.

Para resolver o problema deve ver qual é a causa para que possa modificar o necessário para que a causa deixe de existir.

Eis algumas regras básicas que podem ajudar a grande maioria das pessoas a deixarem de ter problemas de prisão de ventre.

Como solucionar a prisão de ventre

Comece por aquela que lhe parece ser a solução mais adequada para o seu problema. Há pessoas que sentem diferença logo no primeiro dia, outras precisam de vários dias, outras de algumas semanas.

Em jejum: Kiwis

  • Coma um kiwi trinta minutos antes do pequeno almoço e beba dois (ou um) copos de água tépida com uns pingos de limão. O kiwi tem muita fibra que, juntamente com a água, vai aumentar de volume no intestino e assim ajudar a formar fezes fáceis de evacuar criando também a necessidade de o fazer.
  • Os pingos de limão (repare que não é sumo de limão, apenas alguns pingos devido à acidez e ao facto de estar em jejum) também estimulam um pouco o intestino. Se tiver problemas com alimentos ácidos elimine os pingos de limão e só coma kiwis bastante maduros. Muitas pessoas resolvem assim o seu problema da prisão de ventre.
  • Há outras a quem dá mais resultado fazerem isto antes à noite, uma ou duas horas depois do jantar, pois fica a fazer efeito durante mais horas.
  • Outras pessoas ainda necessitam de comer dois kiwis, em vez de um, para obterem resultados.

Pequeno almoço: sumo de laranja

  • Comece o seu pequeno almoço com o sumo de uma ou duas laranjas acabadas de espremer. Há pessoas para quem isto funciona muito bem outras, que não vêm grande diferença. Se não vir melhoras não o faça pois consome logo várias peças de fruta ao pequeno almoço.
  • A laranja, comida entre as refeições pode fazer mais efeito, pois ainda contém a fibra do fruto o que ajuda à formação das fezes.
  • O sumo de laranja de pacote ou de garrafa por muito bom que seja não substitui o sumo de laranja natural acabado de fazer pois já não tem a mesma quantidade de vitaminas e de outros nutrientes.

Treine a ida á casa de banho

  • Treine ir à casa de banho, descontraidamente, à mesma hora todos os dias ou vá logo que tem vontade, não protele.
  • Muitas são as pessoas que têm prisão de ventre porque quando têm vontade de evacuar não o fazem e assim perturbam a vontade natural de o fazer, o que é de facto um absurdo.
  • Se o seu carro der indicação que está com uma anomalia grave ou pára imediatamente ou logo na garagem seguinte (dependendo da gravidade do problema). Por isso preste também atenção aos seus intestinos.
  • Se eles dão sinal agora deve ir já, imediatamente, e não daqui a algum tempo quando a vontade já passou.
  • Se o deixar a casa de banho mal cheirosa a incomoda tenha sempre uma caixinha de fósforos consigo (e também uma embalagem de lenços de papel se a falta de papel higiénico é um problema). No fim acenda três ou quatro fósforos simultaneamente e espere até se apagarem. Verá como anulam o cheiro de forma até mais agradável que muitos sprays.
  • Se necessário repita a operação. Pode também trazer consigo umas embalagens individuais de toalhetes para lavar as mãos.
  • Se entro em tantos detalhes é porque existe um grande número de pessoas com prisão de ventre só porque não vão à casa de banho quando necessitam por falta de condições.
  • Preferem ficar cheias de gases, inchadas, às vezes até com dores, e incomodadas porque não tomam algumas medidas práticas como as que referimos.
  • Podem não ser as mais agradáveis mas o que são cinco minutos de incómodo se a seguir fica a sentir-se aliviada e bem para o resto do dia.

Coma iogurtes com acidófilos e bífidos activos.

  • Estas são bactérias que existem no nosso intestino e que são importantes para o seu bom funcionamento pois ajudam o desenvolvimento da flora intestinal.
  • O iogurte Danone Bio magro contém acidófilos e biófidos activos e é aconselhado principalmente para quem está a perder peso.
  • O Danone Bio natural também é muito bom mas já é meio gordo.
  • O Danone Bio com ameixas ainda é mais efectivo mas é bastante calórico para quem pretende perder peso pois é meio gordo e contém açúcar e ameixas.
  • Um Danone Bio magro com duas colheres de sopa de flocos de aveia integral e ½ maçã ralada, ou partida aos bocados, é um bom pequeno almoço e ajuda muitas pessoas a resolverem o problema.
  • Também pode pôr de molho uma colher de sobremesa da sementes de linhaça durante a noite e comê-las dentro do iogurte de manhã ao pequeno almoço, mastigando-as muito bem, para que a fibra possa fazer efeito nos seus intestinos.

Beba mais água

  • Beba muita água, de preferência dois litros e meio (a não ser que tenha alguma indicação médica para não o fazer).

Coma mais alimentos com fibra que se dissolve

  • Os flocos de aveia integral, os vegetais com folha verde, espinafres, todo o tipo de couves, grelos são bons exemplos, a não ser que tenha algum problema com a digestão de fibras.
  • A fruta geralmente também contém fibra, o kiwi e o ananás ou o abacaxi, são bons exemplos, que existem praticamente todo o ano, e depois também há as laranjas, as toranjas e os morangos por exemplo.
  • Comer mais verdura e passar a comer a fruta entre as refeições, em vez de a seguir à refeição, e comer três peças por dia é, para algumas pessoas, o suficiente para resolver este problema.

Ande em casa de manhã

  • Ande um pouco mais em casa de manhã, mesmo que seja só enquanto se prepara, ou faz a lida da casa, antes de ir para o emprego. Isto faz com que os músculos funcionem mais e pode estimular, naturalmente, a vontade de evacuar.
  • É evidente que se poder andar mais e fazer uma caminhada melhor será.

Design das sanitas

  • O design das sanitas é por si só, em muitos casos, a causa de prisão de ventre. Isto porque a posição em que nos sentamos não é a posição natural para evacuarmos. Se o fosse, não seria quase necessário fazer-se força.
  • Experimente sentar-se um pouco mais à borda da sanita, incline-se para a frente com os braços apoiados nas pernas e procure ajustar a sua posição de forma a ajudar.
  • Quanto mais se aproximar do mesmo tipo de posição que é estar de cócoras mais natural e fácil é para o seu organismo.
  • Outra medida mais drástica, mas muito eficaz é colocar um bocado de bloco de madeira, que mandou cortar, em cada lado da sanita, pôr-se em cima deles e acocorar-se.

Como vê há tantas formas de solucionar a prisão de ventre quanto ás suas causas. Mas atenção pois nada do que aqui dizemos pode substituir uma visita ao seu médico para ser examinada e consultada devidamente para determinar a causa da sua prisão de ventre e a sensação de barriga inchada, sem recorrer a laxantes.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]