O prazer das massagens

0
1390

As massagens conseguem fazer verdadeiros milagres por si. Para lhe proporcionar uma sensação de bem estar, prazer e relaxamento, as massagens contribuem para um melhor equilíbrio do corpo.

Se você é uma pessoa stressada, extremamente tensa, e que constantemente sente dor nos músculos, não há nada melhor para aliviar esses sintomas típicos da vida de tantos portugueses do que uma boa massagem. Já amplamente difundidas em Portugal, as técnicas de massagem são mais que muitas e há mesmo muitas pessoas que não sobrevivem sem a frequência de uma boa massagem.

As mãos podem, de facto, fazer milagres. O especialista em massagens utiliza-as como qualquer outro profissional que recorre a uma determinada ferramenta, com sabedoria e precisão. Porém, qualquer pessoa pode aprender a fazer massagens a outra, basta que para isso tenha alguns conhecimentos básicos desta técnica. Por isso, interiorizar alguns conceitos é fundamental se quiser proporcionar prazer a alguém, sem necessitar de recorrer a especialistas deste ramo.

Uma massagem não deve ser executada numa cama mole ou num sofá, a não ser que estes sejam suficientemente duros. Daí que, as massagens para originarem os efeitos desejados das mesmas, devem ser realizadas numa superfície plana e rija, na qual o corpo deve estar bem esticado e todo à mesma altura, com a cabeça apoiada numa almofada e, se preferir, tapada com uma tolha. O local não deve ser extremamente claro nem escuro, mas sim com um ambiente ameno e com uma luz suave para não ferir a vista em demasia.

O segredo da massagem, para além da técnica das mãos, é que a mesma seja realizada num ambiente agradável, onde a pessoa que vai ser massajada se sinta confortável. Sem ruídos ou interrupções, a massagem prossegue num ambiente de total relaxamento, com temperatura amena. Mas, uma massagem exige também um elemento indispensável, além de todos estes cuidados: o óleo. Embora possa também ser feita a seco, quando realizada por pessoas sem qualquer conhecimento da matéria, os óleos são preponderantes para oferecerem o maior deslizamento e mobilidade às mãos em contacto com a pele. Assim, a pessoa que faz a massagem encontra uma pele muito mais fácil de ser massajada, centrando-se em pontos fulcrais e percorrendo vários locais com a maior das ligeirezas.

Os óleos podem servir não só para esta função, como também para curar determinados problemas e oferecendo as mais valias à sua saúde. Lógico, que a técnica táctil é a verdadeira heroína de todo este processo, associando a esta prática não só finalidades terapêuticas como também estéticas. É também de destacar uma melhor circulação sanguínea, eliminando toxinas do corpo, activando os músculos e tornando-os menos tensos, relaxando todo o corpo, eliminando o stress e proporcionando ainda um bem estar completo.

As massagens fazem parte da cultura de inúmeros povos. A Massoterapia, massagem realizada com as mãos, é totalmente diferente de outros tipos de massagens realizados, por exemplo, na Tailândia ou Índia. Na massagem à Tailandesa, a massagem é feita com as mãos, mas a pessoa que massaja utiliza também os seios, as nádegas e os joelhos. Por sua vez, a massagem Indiana prefere esta mesma táctica, mas em vez de uma mulher a fazer a massagem a pessoa que está a ser massajada tem duas raparigas a massajá-la com as mãos, os seios, as nádegas, e os joelhos. Uma forma totalmente diferente de massajar, mas com objectivos semelhantes ao método tradicional, embora, como já deve imaginar, seja preferida por pessoas do sexo masculino.

Existem muitas outras técnicas de massagens, nomeadamente as orientais, como o Shiatsu ou o Do-In, que têm como principal objectivo encontrar o equilíbrio e relaxamento do corpo. O stress e a tensão do dia a dia são anulados a partir destas técnicas, que podem estar somente vocacionadas para proporcionar o bem estar ou englobar também objectivos terapêuticos.

Se alguém seu conhecido está a precisar de umas massagens, você mesma pode auxiliá-lo: percorra o corpo da outra pessoa desde a cabeça até aos pés com movimentos lentos, aumentando de intensidade após algum tempo. Esfregue a pele, e depois alise-a com as mãos, sempre de forma horizontal e alternando as mãos. Amasse posteriormente a pele, mas sempre sem recorrer a movimentos bruscos. Se esticar com precisão a pele, saiba que consegue com facilidade esticar os músculos do corpo. Dar pequenas pancadas com a parte lateral das mãos, um pouco por todo o corpo, é também muito saudável para estimular os músculos e aliviar o stress e tensão.

Não dispense o uso dos óleos, pois é neles que reside, em parte, o sucesso da massagem. Porém, e se julga que é extremamente amadora para realizar uma massagem a alguém, aproveite e desloque-se a um dos muitos centros e institutos deste âmbito. Aprenda você mesma, sendo a principal protagonista de uma sessão de massagens. Acredite que quando de lá sair vai render-se por completo aos prazeres das mãos!

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]