O adeus à paixão de verão ou o início de um romance

0
2330

Conheceram-se no início das férias e iniciaram um tórrido romance. Agora, chegou a hora de ele partir para o seu sítio de sempre. O que será que sucederá a esta paixão de verão? Um ‘Até breve’ ou um ‘Adeus’?

A paixão de verão

As paixões de Verão são, de facto, algo inesquecível. Vivem-se momentos intensos, parte-se para uma descoberta mútua dos dois envolvidos na relação, esboçam-se sorrisos cúmplices, gargalhadas, muita alegria, sol, praia, e diversão, sem nunca pensar no futuro. Há quem julgue que aqueles momentos podem durar para sempre, ou quem considere que o relacionamento é apenas isso mesmo: uma paixão de Verão.

Afinal, em breve ele vai partir! Por isso, o futuro parece ser algo inexistente ou então uma realidade que se apresenta ainda muito distante!

Só que estas paixões têm sempre finais surpreendentes! Se há aquelas que se julga terminarem com a distância, existem ainda as que perduram no tempo, lutando contra a realidade geográfica que os separa. A distância parece ser o maior problema, mas existem relacionamentos que podem superar tudo isso e muito mais. Portanto, se sentir que essa pessoa que conheceu vale realmente a pena, diga-lhe um ‘Até Breve’ e nunca um ‘Adeus’.

No entanto, há que ter certezas daquilo que as duas pessoas querem e lutar pelo sonho de um dia ficarem juntos.

Se na realidade acontecer que descobriram o amor da vossa vida, a forma de entrarem em contacto será o telemóvel, cartas ou os emails. Vai ser duro, e terá que estar preparada para essa realidade! Sucedem-se também as viagens longas, para ir ter com o seu mais que tudo, e as esperas alucinantes quando for ele a vir visitá-la.

Porém, convém ter noção de que esta situação não pode durar para sempre, principalmente se vocês forem pessoas maduras e com desejos de constituírem família. Um dos dois terá que abdicar do seu mundo, caso o relacionamento vá em diante!

Nos momentos em que estiverem longe vai ser muito complicado manter a chama da paixão acesa, até porque podem surgir desconfianças e ciúmes. Nessa altura, pense o quanto vai ser bom a próxima vez que se encontrarem, e como será inesquecível tê-lo novamente perto de si. Se a saudade for muita, telefone!

Telefone as vezes que lhe apetecer para conseguir sossegar o seu íntimo! Toda esta situação precisa ser analisada sob o ponto de vista da realidade, e não sob a perspectiva de um sonho cor de rosa. É necessário você ter certezas dentro de si, e receber também uma receptividade do outro lado. Se for só você a idealizar algo, a queda será muito grande!

Aqui, com relacionamentos à distância, todos os pormenores são importantes. Com ele longe, conte-lhe tudo da sua vida, como passou o dia, ou até mesmo o que trás vestido. As coisas mais banais podem ser muito importantes para que ele a idealize aqui, ainda que estejam longe!

Através do telemóvel, mande-lhe mensagens bem carinhosas, e recorra também à Internet para lhe mandar aqueles cartões postais tão mimosos e carinhosos. Para alimentar esta paixão você terá que dar tudo por tudo, e as surpresas mais banais, que perto um do outro poderiam ser insignificantes, passarão a ter uma importância extrema.

Nem todos os amores conseguem sobreviver à distância. Uns porque o amor terminou, outros porque a falta da presença do outro é enorme, e optam por tentar esquecer! Mas há também outros casos, cuja alternativa é ficarem juntos de uma vez, pois não é possível sustentar esta situação.

E, como há pouco referimos, surge o problema de qual dos dois abandonará o seu mundo. Esta é uma questão peculiar, que necessita de uma grande dose de calma e reflexão. O que for melhor para os dois terá que ser o caminho a seguir!

Os romances de Verão não terminam sempre da mesma forma. O grau de variabilidade é muito amplo: há os que duram uma noite, uma semana, um mês, alguns meses ou anos, mas já separados pelos kilometros, e os que terminam em casamento ou união de facto. O importante é que nunca se desiluda e que saiba tirar o melhor proveito desses momentos inesquecíveis!

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]